quinta-feira, 31 de março de 2011

O embate da reforma política no Congresso

Do jornal Valor Econômico

Reforma política opõe Câmara e Senado


"Não bastasse a pluralidade de opiniões sobre o conteúdo da reforma política, uma nova contenda entre a Câmara dos Deputados e o Senado Federal quanto à forma de condução dos seus trabalhos deve atrapalhar ainda mais qualquer definição sobre o assunto.

O motivo é que a comissão da reforma política do Senado já tomou sua decisão, sem debates, em favor de temas polêmicos como o fim da reeleição para ocupantes do Executivo e o voto em lista fechada dentro do sistema proporcional. Iniciada de fato em 15 de março, tem apenas mais uma reunião agendada na terça-feira para decidir, entre outros temas, sobre financiamento de campanha, fidelidade partidária e candidaturas avulsas. Nos dois dias seguintes, conclui os trabalhos.

Na Câmara, porém, a previsão é de mais debate por pelo menos mais dois meses. A primeira reunião efetiva ocorreu também no dia 15 de março mas, desde então, nada foi decidido. Os encontros se restringem a amplos debates sobre aspectos pontuais da reforma política, como o de sistemas eleitorais, e a definição de locais e especialistas para as inúmeras audiências públicas previstas". Leia mais.

Da série 'ocupando o Serra' - parte 2

Do jornal O Estado de S. Paulo

Rumo ao PSD, Afif diz apoiar Serra em 2012


"Um dia após o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), ter declarado que o ex-governador José Serra é "o melhor nome" para disputar a Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o vice-governador Guilherme Afif Domingos, que caminha rumo ao PSD ao lado do atual prefeito Gilberto Kassab, endossou a posição do tucano". Leia mais.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Servidores de Monte Mor aprovam estado de greve


INFORMES DO INTERIOR - MONTE MOR


Servidores municipais de Monte Mor, na região de Campinas, rejeitaram propostas da prefeitura no processo de negociação salarial em curso e aprovaram "estado de greve" a partir do dia 15 de abril próximo. A assembleia do Sindicato dos Servidores Municipais que aprovou a medida contou com a presença de mais de 300 servidores, dia 18 último.

Os dois principais itens da pauta de reivindicações apresentada pelo sindicato são: reposição salarial de 30% - para cobrir parte da perda de 75% (pelo INPC) acumulada nos últimos 10 anos - e instituição do vale-alimentação de R$ 300.

A prefeitura acenou apenas com o vale-alimentação, mas no valor de R$ 50, ofereceu 6% de reajuste e propôs discutir as perdas salariais em 2012. A assembleia rejeitou as propostas da administração.

Caso não haja acordo, os servidores municipais de Monte Mor entram em estado de greve na data aprovada pela assembleia.

Atibaia organiza eventos do Mês da Mulher


INFORMES DO INTERIOR - ATIBAIA


A cidade de Atibaia realizou diversos eventos em comemoração ao Mês da Mulher. Uma das atividades de destaque teve como palco a Câmara Municipal, que organizou uma sessão solene com a presença de pessoas que fazem a diferença naquele município.

Uma das homenageadas na Câmara Municipal foi a psicóloga Denise Evangelista Neves da Silva (foto) - pelo seu trabalho reconhecido na comunidade. A sessão solene ainda homenageou mulheres de diversos setores de atuação na cidade.

Da série 'ocupando o Serra'


Matéria do jornal Valor Econômico desta quarta-feira especula um pouco mais sobre o jogo de interesses tucanos voltados para as eleições 2012. O governador Geraldo Alckmin tentar arrumar uma 'ocupação' para José Serra - que nega o desejo de concorrer, embora saiba que necessita sair do limbo político. Vida dura!

Alckmin lança Serra à prefeitura em 2012

"O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse ontem que o ex-governador José Serra "é o melhor nome" para a disputa pela Prefeitura da capital no ano que vem.

Embora Alckmin já tenha discutido a hipótese entre aliados, essa foi a primeira vez que o governador explicitou sua preferência. Serra resiste à ideia. "O Serra é o candidato mais expressivo, o melhor nome, com força para a eleição", disse Alckmin, ressalvando que "não é para discutirmos isso agora". Leia mais.

terça-feira, 29 de março de 2011

Sobre a morte do lutador José Alencar


Do portal da Agência Carta Maior

ZÉ ALENCAR, A DIGNIDADE VENCEU O PRECONCEITO


"Em meados de 2001, quando o preconceito contra o candidato Lula e o ódio a seu partido, o PT, eram inoculados dioturnamente na opinião pública pelas trombetas da orquestra midiático-tucana, um empresário rico, bem-sucedido, aceitou transformar-se em antídoto ao veneno difamatório. Tornou-se vice na chapa do operário metalúrgico. Filho de Muriaé, (MG), dono do maior complexo têxtil do país, a Coteminas, o então senador José Alencar, o Zé, como Lula passou a chamá-lo carinhosamente, sabia muito bem o que estava fazendo. A voz grave e pausada de quem conhece o manejo criterioso da pontuação oral tornou-se aos poucos portadora de mensagens que muitos de seus pares, majoritariamente engajados então na candidatura de José Serra, estremeciam só de ouvir. "Nacionalismo não é xenofobia, é interesse pelo próprio país", disparava em entrevista ao site da campanha Lula Presidente, em setembro de 2001. 'Podemos abdicar de nossas fronteiras econômicas?, questionava na mesma ocasião indagando sobre a ALCA, agenda prestigiosa então, majoritariamente defendida pelo conservadorismo pró-Serra. "Mas e as fronteiras políticas?" argüia mineiramente "Vamos ter um só Presidente da República no mundo globalizado? Será que ele vai defender nossos interesses? Uma só moeda? Quem vai controlá-la? Uma só política monetária? Sabemos que não é assim", respondia então com o mesmo sorriso maroto que arrematava as interrogações provocativas. "Se não é assim continuamos a existir como país. Não podemos abdicar de nossas fronteiras e obrigações políticas". Por essas e por outras, Lula, na passagem para o segundo turno em outubro de 2001, num debate com delegações estrangeiras, brincou: " Às vezes eu preciso lembrar o Zé que é para ele ficar a minha direita, não a minha esquerda". José Alencar faleceu hoje em São Paulo, aos 79 anos de idade".

Desembargador fala sobre 'apagão' na Polícia Civil


A Polícia Civil em crise

Aloísio de Toledo César

Desembargador aposentado do TJ/SP

No jornal O Estado de S.Paulo


"A crise aberta na Polícia Civil de São Paulo, por motivos diversos, com consequências muito ruins para a segurança de cada um de nós, faz lembrar um braseiro quando fica encoberto pela cinza: quem olha não tem ideia de como aquilo está quente.

Os policiais civis sentem-se desmoralizados e é nesse clima que estão trabalhando, fazendo lembrar a lamentável e surrada imagem do servidor burocrata limitado pelo cartão de ponto a cumprir o horário de trabalho. É como a se polícia judiciária paulista, essencial à instrução dos processos criminais, passasse a fazer o serviço somente por obrigação, sem nenhuma vontade. Percebe-se claramente que a classe caminha para um apagão". Leia mais.

Aliados de olho em secretaria

Do Jornal da Tarde

PMDB e DEM miram secretaria

FABIO LEITE


"Primeira baixa no alto escalão do governo Geraldo Alckmin, a saída do secretário de Agricultura e Abastecimento, João Sampaio, confirmada pelo tucano, abre uma disputa por espaço na atual gestão entre dois partidos historicamente aliados ao PSDB em São Paulo mas que têm demonstrado descontentamento por não se verem contemplados na administração: PMDB e DEM". Leia mais.

Lula homenageado em Portugal


Do UOL Notícias

Lula recebe prêmio em Portugal e pede uma "ONU mais representativa"


"O ex-presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva, recebeu nesta terça-feira (29), em Lisboa, o Prêmio Norte-Sul do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, na Assembleia da República portuguesa .

Em seu discurso na cerimônia, Lula disse que, apesar de avanços significativos na área de direitos humanos, ainda considera que há muito por fazer. O ex-presidente do Brasil disse que “é preciso mudar” e ter mais consideração com os países da África, do Oriente Médio, da América Latina e outros países da Europa. Por fim, Lula pediu “uma ONU mais representativa”, num “mundo mais democrático”. Leia mais.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Contra 'ostracismo', Serra gruda em Alckmin


Está dura a vida do ex-governador tucano José Serra para não 'sumir' politicamente no Estado e, de quebra, gerar algumas notas na imprensa. A estratégia dele inclui participação até em eventos do governo estadual, conforme noticia a Agência Estado.

Veja um trecho abaixo:



Serra acompanha Alckmin em agenda pública em São Paulo

Daiene Cardoso, da Agência Estado


"O ex-governador de São Paulo e candidato pelo PSDB à sucessão presidencial em 2010, José Serra, acompanhou nesta segunda-feira, 28, o atual governador paulista, Geraldo Alckmin, em sua agenda pública. Além de participar da inauguração da Estação Butantã do Metrô, durante a manhã, Serra esteve na posse do novo presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Rogério Amato. O tucano negou qualquer "intenção política" em sua presença na agenda do atual governador e disse apenas que participou dos eventos porque foi convidado por seu sucessor. "Não tem agenda de governo", argumentou o tucano". Leia mais.

Núcleo "Lula" do PT de Mogi completa um mês


INFORMES DO INTERIOR E GRANDE SP - ALTO TIETÊ


O Diretório Municipal do PT de Mogi das Cruzes, na região do Alto Tietê, comemora o primeiro mês de funcionamento do "Núcleo Luiz Inácio Lula da Silva". Inaugurado no final de fevereiro último, o espaço é voltado para fomentar discussões sobre temáticas políticas e sociais naquele município.

Para maio próximo, o "Núcleo Lula" prepara a realização do 1º Fórum Social e Cultural da Cidade - que pretende reunir lideranças partidárias de centro-esquerda da região para discutir o futuro de Mogi e região.

Outro trabalho previsto pelo núcleo é o debate sobre as pré-candidaturas a prefeito e vereador na cidade para o ano de 2012.

NÚCLEO LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA - Rua Olegário Paiva, 786, no centro de Mogi das Cruzes.

Uso político da 'máquina' estadual no interior

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo desta segunda-feira aponta o uso político de 'representações estatais' no interior de São Paulo por integrantes do PSDB. Veja um trecho abaixo:

Escritórios viram braço político em São Paulo

Julia Duailibi e Daniel Bramatti


"Em escritórios distribuídos pelos principais municípios do interior paulista, o governo do Estado mantém "embaixadores" ligados ao PSDB. Representações de secretarias estaduais, que acompanham ações nas cidades, facilitam a liberação de verbas para convênios e fazem contatos políticos com as prefeituras das regiões, estão ocupadas por tradicionais quadros tucanos.

Levantamento feito pelo Estado em escritórios da Secretaria de Habitação e da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional mostra que a maior parte dos chefes dessas estruturas tem vinculação partidária com o PSDB ou com partidos da base aliada do governo estadual na Assembleia. O governo tucano administra o Estado desde de 1995 e detém a maioria das 645 prefeituras paulistas". Leia mais.

domingo, 27 de março de 2011

PT cobrará explicações sobre escândalo do Tietê


A semana legislativa pode render uma movimentação política que os governos dos tucanos Geraldo Alckmin e José Serra sempre evitaram na Assembleia Legislativa: o Executivo será cobrado a dar explicações sobre o escândalo do abandono da limpeza do rio Tietê - uma das causas dos constantes transbordamentos do Tietê na Capital nos últimos anos.

A bancada do PT na Alesp anunciou que convidará integrante do governo Alckmin para explicar o que levou à suspensão dos serviços de desassoreamento do rio durante os anos de 2006, 2007 e parte do 2008, segundo noticiou o portal UOL em reportagem na última sexta-feira (25).

A 'indústria da lama' tocada pelos sucessivos governos tucanos nos últimos anos já consumiu mais de R$ 3 bilhões do contribuinte paulista e também de empréstimos internacionais e o Tietê continua transbordando a cada chuva forte na cidade. Neste caso, o governo Serra fez muita publicidade de algo que estava paralisado, e o atual governador sabia disso, pois foi um dos responsáveis pelo programa de rebaixamento da calha do rio.

Vamos ver como o governo reage na Assembleia Legislativa à pressão da sociedade por explicações sobre este assunto de grande importância para o povo de São Paulo!

sábado, 26 de março de 2011

Marta acredita em reforma política ainda em 2011

FOTO: Djair Galvão

Do site do Estadão

Reforma política deve ser aprovada este ano, diz Marta


"A senadora Marta Suplicy (PT-SP) acredita na aprovação da reforma política ainda este ano, mas diz que o tipo de voto nas eleições proporcionais ainda gera polêmica no Congresso. "O que vamos ter dificuldade é na escolha do tipo de voto. O PMDB está brigando muito pelo voto distrital e ganha quem tem mais voto", declarou hoje, dia 25, durante seminário estadual promovido pelo PT na capital paulista". Leia mais.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Herança do Serra: o abandono do rio Tietê


Trecho de reportagem do UOL Notícias

Rio Tietê ficou sem limpeza por quase três anos em São Paulo

Arthur Guimarães


"Destino do equivalente a cerca de 400 piscinas olímpicas de lixo e resíduos todo ano, o trecho metropolitano do rio Tietê ficou sem limpeza entre 2006, 2007 e parte de 2008.

O governo estadual assumiu nesta semana, em resposta a questionamento feito há 24 dias pelo UOL Notícias, que por mais de 1.000 dias não foi feito o serviço de desassoreamento do leito que corta São Paulo e cujos transbordamentos, em dias de forte chuva na capital, interrompem o tráfego na marginal e trazem o caos aos paulistanos. Só nos primeiros três meses deste ano, foram registrados três episódios do tipo". Leia mais.

Pedágios: PSDB não quer mais mexer em tarifas


Do jornal O Estado de S. Paulo

Revisão de pedágios deve ficar para 2012

Renato Machado


"O governador Geraldo Alckmin (PSDB) admitiu ontem pela primeira vez que a revisão dos pedágios pode não acontecer neste ano. O cenário contraria promessas de campanha e até mesmo discursos recorrentes nesses primeiros três meses de gestão, no qual Alckmin garantiu que faria até julho a troca do índice de inflação usado para reajustar as tarifas - o que resultaria em aumentos menores". Leia mais.

Orquestra de violeiros toca Marcos Valle

Dica de vídeo: a história do Facebook


A nossa colaboradora Celina Sales retorna com sua coluna semanal sempre com uma boa dica de vídeo. Toda sexta-feira você tem uma opção para alegrar seu final de semana. Hoje ela indica o filme que conta os bastidores da criação do site de relacionamentos Facebook, com mais de 500 milhões de adeptos em todo o mundo.

A REDE SOCIAL, (The Social Network, 2010)

Diretor: David Fincher

Elenco: Jesse Eisenberg, Andrew Garfield, Rashida Jones, Brenda Song, Justin Timberlake, John Getz, Dakota Johnson, Mark Saul, Brian Palermo.

Sinopse: Em uma noite de outono, em 2003, graduado em Harvard e gênio em programação de computadores, Mark Zuckerberg senta diante de seu computador e, acaloradamente, começa a trabalhar em uma nova idéia. No furor dos blogs e programação, o que começa em seu quarto logo se torna uma rede social global e uma revolução na comunicação: o Facebook. Em apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde, Mark Zuckerberg é o mais jovem bilionário da história... Mas, para este empresário, o sucesso traz complicações pessoais e legais. (www.cineclick.com.br)

Excelente filme!!!
Bom fim de semana!

quinta-feira, 24 de março de 2011

A expulsão do prefeito de Patrocínio Paulista do PT

INFORMES DO INTERIOR - PATROCÍNIO PAULISTA


A tática eleitoral nacional do PT em 2010 visava a manutenção de um projeto que deu certo para o país, com crescimento econômico, distribuição de renda, diminuição da pobreza e democratização da educação.

Em São Paulo, a candidatura do companheiro Aloízio Mercadante ao governo do Estado representou uma contraposição ao domínio tucano, cujos governos sucessivos não atendem ao interesse do povo paulista.

Uma das características do PT é a democracia interna e o respeito às decisões das instâncias partidárias. Todos os filiados, mesmo quando em posições minoritárias, têm espaço para a defesa de suas teses. O que o PT não aceita é a infidelidade partidária ou o desrespeito às decisões tomadas pela maioria do partido - ainda mais quando envolve questões programáticas.

Na cidade de Patrocínio Paulista, é público que o prefeito Mauro Barcellos não fez campanha para Dilma, Mercadante e nem para os demais candidatos majoritários lançados pelo partido nas últimas eleições. O Diretório Estadual do PT colecionou fartas provas de apoio do prefeito às candidaturas tucanas naquele município. Uma dessas provas foi a colocação de outdoors na casa do próprio prefeito, em apoio aos tucanos.

Diante do flagrante de infidelidade partidária do prefeito Barcellos, sua permanência nos quadros do PT de Patrocínio Paulista tornou-se insustentável. Também contribuiu para este clima de afastamento sua postura de, publicamente, falar mal do partido na cidade. Não foi difícil encontrar os motivos que levaram o prefeito a apoiar candidatos do PSDB.

Estes fatos levaram o Diretório Municipal do PT de Patrocínio a expulsá-lo dos quadros partidários, decisão esta tomada em plenária realizada no dia 20 deste mês. A decisão da expulsão obteve 27 votos favoráveis e 8 contrários. A reunião contou com a presença de dois observadores da macrorregião de Ribeirão Preto.

É importante salientar que o projeto do PT é unificar o partido e consolidar uma alternativa aos tucanos no Estado, prosseguindo com as mudanças que transformaram o Brasil em um país melhor, mais justo e mais solidário.

Outra promessa eleitoreira de Serra cai por terra


Do portal R7

Expansão não deve garantir fim de superlotação nos trens de São Paulo, diz secretário


"O secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirmou, na manhã desta quinta-feira (24), que a expansão do transporte sobre trilhos, prevista pelo governo estadual até 2015, não irá garantir o fim da superlotação nos trens. A afirmação foi feita durante a inauguração da estação Carapicuíba, da linha 8-Diamante da CPTM (Companhia paulista de Trens Metropolitanos)". Leia mais.

Grupo Novo Rumo prepara seminário para abril


O Grupo Novo Rumo prepara um seminário em São Paulo onde reunirá lideranças do PT paulista para discutir a conjuntura política nacional, o Congresso do partido em 2011 e as eleições 2012. O convidado para o evento será o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O seminário terá a participação de parlamentares, membros de diretórios do PT e integrantes do Novo Rumo de diversas regiões do Estado.

O encontro acontecerá na sede do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo, localizado na Rua Genebra, 25, perto da Cãmara Municipal da Capital, dia 3 de abril, das 9h às 14h 30.

Investimento federal restaura Capela de S. Miguel


Com investimentos do governo federal, a Capela de São Miguel Arcanjo, no bairro paulistano de São Miguel Paulista, finalmente será entregue à visitação pública. Veja abaixo um trecho de matéria do Jornal da Tarde sobre a reabertura do local.




Capela mais antiga abre para visitas

Flávia Tavares


"Depois de uma restauração que levou sete anos, será inaugurado nesta quinta-feira (24) um circuito de visitação que vai contar a história da Capela de São Miguel Arcanjo, zona leste de São Paulo. Com as paredes de taipa, sem as reluzentes relíquias das catedrais mais tradicionais, é hoje a igreja mais antiga da capital. A capela foi construída em 1622, pelos índios Guaianases catequizados por jesuítas.

É considerada a mais antiga porque a igreja do Pátio do Colégio, que levaria o título por ter sido fundada em 1554, acabou destruída e reconstruída com modificações. Ali não: 90% das paredes de taipa originais foram recuperadas, assim como as pinturas que as ilustram – a mais célebre está na capa do livro dos 70 anos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), de 2008. Só que não será exposta aos visitantes, por sua fragilidade". Leia mais.

Reação ao ativismo judicial


Do jornal Valor Econômico

Câmara reage ao ativismo judicial


"A Câmara dos Deputados iniciou ontem um movimento de reação ao ativismo judicial nas questões políticas, também chamado de "judicialização da política". Sua principal comissão, a de Constituição e Justiça, aprovou uma proposta de emenda constitucional que estabelece que é o suplente da coligação que deve assumir a cadeira na Casa no caso de haver uma vaga, e não o suplente do partido, como determinou recentemente o Supremo Tribunal Federal.

O colegiado também aprovou a realização de um seminário intitulado "Separação dos Poderes: Legislativo x Judiciário", cujo objetivo é "evitar esta ingerência indevida de um poder sobre as atribuições exclusivas de outro" e discutir a viabilidade da PEC 03/2011, que tem por intuito incluir na Constituição outra atribuição do Legislativo: "Sustar os atos normativos dos outros poderes que exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de delegação legislativa."

A discussão sobre as duas propostas acabou por fazer o debate se transformar em uma sequência de fortes ataques ao Poder Judiciário, até mesmo com sugestões para que sejam encontradas formas de limitar as prerrogativas dos juízes e ministros dos tribunais superiores. O autor da PEC 03/2011, Nazareno Fonteles (PT-PI), disse que o país corre o risco de viver um regime semelhante a uma ditadura. "Se a gente deixar que eles [juízes] tomem conta da República, estaremos caminhando, se não para uma ditadura, pelo menos para uma oligarquia comandada pelo Judiciário." Leia mais.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Verdes: agora a luta é pelo controle partidário


Do jornal Valor Econômico

Grupo de Marina monta estratégia para tomar comando do PV


"Há um embate político dentro do Partido Verde. As divergências entre lideranças ficaram expostas na reunião da Executiva Nacional na quinta-feira, quando o grupo do presidente José Luiz Penna derrotou o da ex-senadora Marina Silva, prorrogando seu mandato por mais um ano - ele ocupa o posto desde 1999 - e adiando o processo de renovação da legenda. Marina não pretende sair do partido e nem criar outra sigla. A ideia é aumentar a participação no comando do PV, mobilizar a base e pressionar por mudanças rápidas". Leia mais.

Ficha Limpa para 2012

Do jornal O Estado de S. Paulo

STF deve adiar lei da Ficha Limpa para 2012


"O Supremo Tribunal Federal volta a julgar nesta quarta-feira, 23, a Lei da Ficha Limpa sob a expectativa de derrubar seus efeitos relativos as eleições de 2010. Por ter sido aprovada em ano eleitoral, a tendência na Corte é de que a maioria dos ministros, incluindo o novo integrante do tribunal, Luiz Fux, conclua que a lei só poderia vigorar a partir das eleições de 2012. Se confirmada a decisão, candidatos eleitos barrados pela lei poderão tomar posse". Leia mais.

terça-feira, 22 de março de 2011

Disputas políticas atrapalham a Segurança Pública


Em discurso no Pequeno Expediente da sessão plenária desta tarde na Assembleia Legislativa, abordei os desdobramentos da crise por que passa a Segurança Pública no Estado de São Paulo. Ressaltei as disputas políticas que atingem a cúpula e que prejudicam esta área tão sensível da administração.

Enquanto figuras do primeiro escalão do governo tucano brigam por cargos e espaço político, o governador tenta lançar uma 'cortina de fumaça' com um programa de 'reestruturação' da polícia, que nada mais é do que fechar delegacias em cidades do interior e diminuir a presença do Estado.

Citei exemplos noticiados pelo jornal Folha de S. Paulo em sua edição da sexta-feira passada, como o fechamento de quatro delegacias de polícia em São João da Boa Vista, sendo uma delas a Delegacia da Mulher. Também frisei o caso de São Carlos, onde também foram fechados distritos policiais sob a alegação de "melhor uso dos recursos públicos".

Isso ocorre no momento em que a Segurança Pública vive sua maior crise e os jornais noticiam o aumento da violência no interior paulista. São reflexos da falta de uma política efetiva de segurança. O crime organizado, lembrei, nasceu, cresceu e se fortaleceu nos sucessivos governos do PSDB no Estado.

Queda na qualidade do ensino em São Paulo

Do jornal O Estado de S. Paulo

Em SP, 23% acabam 2º ano sem ler e escrever

Prova São Paulo mostra que 11 mil dos 48 mil avaliados não estavam alfabetizados


"Uma em cada quatro crianças das escolas municipais da cidade deSão Paulo termina o 2.º ano do ensino fundamental sem saber ler e escrever. Isso significa que, dos 48 mil avaliados no 2.º ano do ciclo 1, mais de 11 mil ainda não estavam alfabetizados.

Os números são da Prova São Paulo, que avaliou 288 mil estudantes em novembro do ano passado. Apesar de mostrar um avanço em relação aos mesmos resultados de 2007 - quando a prova foi aplicada pela primeira vez e indicou que 39% dos alunos do 2.º ano do ciclo 1 não estavam alfabetizados -, o índice ainda é considerado ruim.

PARA LEMBRAR - Na semana passada, resultados de outra avaliação revelaram o desempenho dos estudantes, desta vez do Estado de São Paulo. Dados do Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) indicaram que 1.474 escolas - 29,1% da rede - não atingiram as metas da pasta e, portanto, ficarão sem o bônus por resultado. Em comparação com 2010, o índice de escolas que falharam triplicou. O Saresp é uma prova anual que avalia todas as escolas da rede estadual nos 3.º, 5.º, 7.º e 9.º anos do ensino fundamental e também no 3.º ano do ensino médio".

Crescentes investimentos em energia limpa


Trecho de matéria do jornal Valor Econômico

Brasil é estratégico para fabricante de equipamento eólico


"Os cerca de dois mil megawatts de capacidade de geração de energia eólica que devem ser instalados no Brasil por ano atraíram tantos fabricantes mundiais de equipamentos ao país que, apesar de as hidrelétricas ainda dominarem a matriz e leilões de energia brasileiros, os fornecedores de aerogeradores já são em maior número do que os de turbinas hidrelétricas". Leia mais.

segunda-feira, 21 de março de 2011

A 'fuga' de professores da rede estadual


Notícia da Folha de S. Paulo de hoje relata o crescimento do processo de abandono da rede estadual de ensino por professores aprovados em concurso público. Segundo o jornal, passados apenas 25 dias letivos de 2011 nada menos do que 60 professores pediram exoneração do cargo.

Os motivos deste 'êxodo' registrado no magistério são, principalmente, a falta de condições de trabalho, salários achatados e pouca perspectiva profissional. A situação é resultado da política de desestruturação educacional promovida pelo PSDB nos últimos 16 anos.

Veja um trecho da matéria da Folha:

Professor "novato" desiste de aula na rede estadual de SP


"Professores recém-concursados desistem de ensinar na rede estadual de São Paulo. Entre as principais reclamações estão falta de condições de trabalho (salas lotadas, por exemplo), desinteresse de alunos e baixos salários, informa a reportagem de Fábio Takahashi publicada na edição desta segunda-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL)".

Pesquisa Datafolha sobre o governo Kassab

Da Folha Online

De saída do DEM, Kassab tem maior reprovação, aponta Datafolha


"No momento em que deixa o DEM para fundar um novo partido, o PSD (Partido Social Democrático), o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, registra sua pior avaliação na pesquisa Datafolha, informa reportagem de Vera Magalhães, publicada na edição desta segunda-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Em quatro meses, caiu 8 pontos (de 37% para 29%) o total daqueles que avaliam o governo de Kassab como ótimo ou bom. Os que julgam a administração regular passaram de 30% para 27%, e os que a consideram ruim ou péssima passaram de 31% para 43% dos entrevistados --a maior taxa de reprovação desde que assumiu o cargo, em 2006". Leia mais.

Dilma prioriza o combate ao câncer

Do Jornal da Tarde

"A presidente Dilma Rousseff antecipou nesta segunda-feira, 21, no programa de rádio semanal “Café com a Presidenta”, o anúncio de investimentos de R$ 4,5 bilhões para prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama e do colo de útero. As ações passam por construção de novos centros especializados, criação de serviços para radioterapia e quimioterapia e colocação de equipamentos de mamografia em funcionamento.

“Queremos que toda mulher tenha oportunidade de se cuidar, fazendo a prevenção benfeita. Se a doença, mesmo assim, aparecer, queremos que toda mulher possa fazer o melhor tratamento possível, no tempo certo e com qualidade”, disse.

Dilma afirmou que a previsão é que, dentro do Programa de Prevenção ao Câncer de Mama e ao Câncer de Colo do Útero, sejam criados 20 centros especializados no diagnóstico e no tratamento da fase inicial do tumor no colo de útero no Norte e do Nordeste do País". Leia mais

Às escondidas

Do Jornal da Tarde

Radar ‘invisível’ vira armadilha nas estradas

Elvis Pereira
José Patricio


"Às escondidas. Assim funcionam radares de fiscalização de velocidade em trechos das Rodovias Anhanguera, Ayrton Senna, dos Bandeirantes, Dom Pedro I e Governador Carvalho Pinto que ligam a capital ao interior e ao litoral paulista. Os equipamentos estão atrás de passarelas, placas, painéis ou de estruturas de sustentação de pórticos. Todos contrariam resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que determinam a instalação dos radares em pontos onde o motorista possa vê-los – a escolha dos locais deve ser precedida de estudo técnico. O Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo (DER-SP) defende que eles estão em situação regular". Leia mais.

sábado, 19 de março de 2011

A crise verde

Trecho de matéria da Folha de S. Paulo:

Verdes se dividem e grupo de Marina ameaça sair do PV

BERNARDO MELLO FRANCO
DE SÃO PAULO


"Isolado na disputa pelo comando do PV, o grupo da ex-senadora Marina Silva entrou em confronto aberto com o presidente da sigla, José Luiz Penna, e ameaça sair para fundar outro partido.

A crise estourou anteontem, quando Penna, no cargo desde 1999, liderou manobra na Executiva Nacional da legenda para prorrogar seu mandato por mais um ano". Leia mais (assinante da Folha/UOL).

sexta-feira, 18 de março de 2011

Do fundo do baú

Retrocesso na Segurança Pública

Da Folha de S. Paulo, hoje (18):

SP reestrutura polícia e fecha delegacias

Pacote inclui fechamento de distritos policiais em cidades pequenas, onde a PM cuidará dos casos menos graves

Objetivo, segundo o governo, é otimizar o emprego dos recursos públicos e melhorar a qualidade do serviço


ROGÉRIO PAGNAN
DE SÃO PAULO
VENCESLAU BORLINA FILHO
DE RIBEIRÃO PRETO


"O governo de São Paulo deu início a um pacote de mudanças na estrutura da segurança pública no Estado que deve afetar praticamente todas as 645 cidades paulistas e a forma de trabalhar das duas polícias estaduais.

A "reengenharia" do governo prevê o fechamento de delegacias nas cidades com menos de 10 mil habitantes e a aglutinação de distritos nas cidades de maior porte, o que inclui a capital.

Nas cidades pequenas, 43% dos municípios paulistas, a PM vai registrar boletins de casos de menor gravidade -que dispensam ação imediata dos investigadores". Leia mais (assinante da Folha/UOL).

quinta-feira, 17 de março de 2011

O desafio do mandato na Assembleia

No pequeno expediente desta quinta-feira (17) falei sobre o desafio que é exercer o mandato de deputado estadual. Comecei destacando a necessidade da Assembleia Legislativa de fortalecer o seu papel.

Os episódios de ontem - com as manobras dos aliados do governo estadual para impedir a instalação de CPIs que podem incomodar o Palácio dos Bandeirantes - não foram um bom exemplo para o início da legislatura. A Alesp não pode se deixar confundir com um 'departamento' do Executivo.

A Assembleia precisa honrar aquilo que lhe foi confiado pela população paulista.

Esta será a tônica da minha atuação neste parlamento!

Jogo bruto

Do Jornal da Tarde

Base aliada põe CPI para ‘dormir’

FABIO LEITE

"Uma maratona que varou a noite e só foi decidida no “tapetão”. Assim foi a inusitada disputa entre governo e oposição na Assembleia Legislativa para protocolar os primeiros pedidos de CPI da nova legislatura.

Após mais de dez horas de fila, insônia e até “greve de fome”, a base aliada venceu a queda de braço contra o PT e conseguiu empurrar para o ano que vem a CPI dos Pedágios, ao emplacar 12 pedidos de investigação – mais “amenos” para o governo – no topo da fila". Leia mais.

quarta-feira, 16 de março de 2011

CPI para investigar irregularidades a farra dos pedágios

A Bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo conseguiu as 32 assinaturas necessárias para protocolar a CPI para investigar a farra dos pedágios no governo do PSDB. É um bom sinal para o legislativo, que durante os últimos 16 anos sofre com o rolo compressor de sucessivos governos tucanos.

Com o início da 17ª legislatura ontem, os antigos pedidos de CPI protocolados perderam validade, o que favorece a oposição aos tucanos no Estado.

Vamos acompanhar o processo e ficar atentos!

Lula e as eleições municipais de 2012

Trecho de reportagem da Folha de S. Paulo desta quarta-feira (16), que trata das articulações do ex-presidente Lula com o olhar voltado para a disputa municipal do ano que vem:

Lula traça estratégia do PT para eleições municipais


"Menos de três meses depois de deixar o Planalto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu o comando das articulações eleitorais do PT em São Paulo. Amanhã, ele chefiará reunião com prefeitos petistas para traçar a estratégia do partido nas eleições municipais de 2012. Seu objetivo é minar o poder do PSDB, que governa o Estado há 16 anos". Leia mais (assinante do jornal/UOL)

terça-feira, 15 de março de 2011

Iniciada a 17ª legislatura na Alesp


A sessão solene de instalação da 17ª legislatura na Assembleia Legislativa de São Paulo prossegue após a posse dos 94 deputados estaduais - ocorrida há poucos minutos no plenário JK.

Tomei posse no cargo de deputado estadual para um mandato que tem o compromisso de fazer da política um instrumento para mudar para melhor a vida das pessoas.

Daqui a pouco acontece a eleição para a nova Mesa Diretora da Alesp.

Crise na Segurança gerando novas crises

Do jornal Agora SP/Folha de S. Paulo

Vazamento de vídeo derruba o chefe do DHPP

"O delegado Marco Antonio Desgualdo, que comandou a Polícia Civil paulista de 1999 a 2006, foi afastado ontem da chefia do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), cargo que ocupava desde agosto de 2009". Leia mais.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Começando uma nova etapa da minha atuação política


Tomo posse no cargo de deputado estadual na Assembleia Legislativa de São Paulo nesta terça-feira (15) com um sentimento de alegria e de confiança na tarefa que me foi confiada pela população.

Minha eleição no dia 3 de outubro do ano passado - com 110 mil 684 votos - marcou o início de uma nova etapa da minha atuação política. Significará a ampliação de uma luta que começou lá atrás, quando abracei causas que visavam sempre melhorar a vida da coletividade.

Meu compromisso com a política como atividade voltada para melhorar a vida das pessoas não se altera. Do mesmo modo, minha conduta reta e a luta por uma melhor qualidade de vida para todos.

O resultado do Pior Salário Do Brasil


Do Diário de S. Paulo

Êxodo policial no estado de São Paulo


Com um salário inicial entre os mais baixos do país, São Paulo perde delegados para outros estados ao mesmo tempo em que três entre dez cidades paulistas não têm titulares nas delegacias

"Procura-se delegado, mas a remuneração não é das melhores. Esse poderia ser o texto do edital do próximo concurso para delegados em São Paulo, anunciado na quinta-feira pelo governador Geraldo Alckmin. O salário inicial é dos mais baixos no país". Leia mais.

O "aparelhamento" das estatais em SP


Do jornal O Estado de S. Paulo

Conselhos de estatais engordam salário de aliados do Palácio dos Bandeirantes

Secretários, assessores e colaboradores do governo paulista, além de integrantes de campanhas tucanas, garantem rendimento extra que varia de R$ 3,5 mil a R$ 4,5 mil mensais

Daniel Bramatti e Julia Duailibi


"O governo do Estado de São Paulo tem usado os cargos a quem tem direito nos conselhos de administração de empresas estatais para abrigar filiados do PSDB e quadros ligados ao partido. Os honorários pagos com recursos das empresas ou do erário estadual servem como complemento salarial para secretários, assessores e colaboradores do Palácio dos Bandeirantes.

A lista de conselheiros das estatais paulistas revela ainda que, em diversos casos, não há nenhuma relação entre a formação profissional dos contemplados e a área de atuação das empresas. Há um cineasta no conselho da Dersa (estatal do setor rodoviário), uma ex-diretora de orquestra na Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) e uma psicóloga e ex-diretora da Febem no Porto de São Sebastião. Há ainda jornalistas do Palácio dos Bandeirantes participando de reuniões técnicas de empresas de energia e de planejamento metropolitano.

Entre os conselheiros com trajetória político-partidária no PSDB estão o ex-governador Alberto Goldman e os ex-secretários Almino Affonso (Relações Institucionais) e Paulo Renato Souza (Educação) - este último informou já ter pedido desligamento dos dois colegiados de que participa. Outros tucanos deixaram os cargos no ano passado, por exigência legal, pois concorreram às eleições de outubro". Leia mais.

domingo, 13 de março de 2011

A crise da segurança e a disputa tucana

Alckmin tenta manter crise de espionagem longe da disputa do PSDB

Clarissa Oliveira e Nara Alves, iG São Paulo


"O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, começou a colocar em prática nos últimos dias uma operação para evitar um impacto do suposto esquema de espionagem que cerca o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, na disputa de poder no PSDB. Ao mesmo tempo em que mobilizou órgãos da administração pública para que aprofundem a investigação sobre o caso, Alckmin escalou interlocutores mais próximos para que evitem um acirramento dos ânimos dentro do partido". Leia mais.

sábado, 12 de março de 2011

Milton Nascimento canta "O Sol"

Arrastões em bares de SP

Da Folha Online

Bares da Vila Madalena, em SP, reforçam segurança após assaltos


"Bares e restaurantes da Vila Madalena, na zona oeste de São Paulo, reforçaram a segurança em razão da onda de assaltos no bairro. Desde ontem, a Polícia Militar intensificou a atuação no local.

Cinco arrastões ocorreram no bairro em 30 dias, o último deles na quarta-feira, a um restaurante japonês". Leia mais.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Radialista que divulgou vídeo contra secretário é primo de Alckmin

Da Carta Capital (Felipe Corazza)


Peça-chave na mais nova briga fratricida no governo do estado de São Paulo, o vídeo que mostra um encontro entre o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, e um repórter do jornal Folha de S.Paulo foi publicado por um primo do governador Geraldo Alckmin. O radialista João Alckmin, que mora e trabalha em São José dos Campos, no interior do estado, foi o primeiro a divulgar as imagens do circuito interno de um shopping paulistano.

No vídeo, o secretário aparece com um envelope nas mãos encontrando o repórter Mário Cesar Carvalho. Dias depois, na segunda-feira 28, Carvalho publicaria uma reportagem denunciando esquema de venda de informações sigilosas da secretaria. O vendedor era Túlio Khan, chefe da Coordenadoria de Análise e Planejamento do orgão, que foi exonerado no mesmo dia. Parênteses: Khan foi conduzido à secretaria por Saulo de Castro Abreu Filho, homem de Alckmin, ainda no governo anterior do tucano. Antônio Ferreira Pinto, o atual secretário, é um dos poucos remanescentes da gestão de José Serra no governo do estado. Fecha parênteses.

Com a divulgação do vídeo, o secretário foi acusado nos bastidores de ter passado as informações que resultaram na queda de Khan. À Folha de S.Paulo, o Palácio dos Bandeirantes negou qualquer parentesco entre o governador e o radialista. João Alckmin, no entanto, aparecia em reportagens de 2007, quando foi vítima de um atentado, como “o primo de Geraldo Alckmin”. Por telefone, o radialista falou à CartaCapital:

O sr. é ou não parente do governador Geraldo Alckmin?
Infelizmente, sou primo dele. Mas não tenho relações com ele há muito tempo. Não me lembro da última vez em que falei com ele. Não tenho culpa de ser parente do “picolé”. Mas sou do ramo bom da família, do ramo de Minas Gerais. Nota da Redação: O “picolé” é uma referência a um dos apelidos do governador, picolé de chuchu.


O Palácio dos Bandeirantes negou o parentesco…
Então, você diga para o Geraldo deixar de ser cretino. Somos descendentes de João Capistrano Alckmin e de Edson Alckmin.

A Secretaria de Segurança Pública afirma que a divulgação do vídeo é um crime. O que o sr. tem a dizer?
Crime é o secretário ir encontrar um jornalista para repassar informações sobre um caso como esse.

Assista ao vídeo publicado por João Alckmin

Até o Rodoanel!

Do Jornal da Tarde

Rodoanel sofre com até 10 km de lentidão

ELVIS PEREIRA


"Motoristas que utilizam o Trecho Oeste do Rodoanel estão sofrendo com os constantes congestionamentos da via. Totalmente entregue em outubro de 2002, a estrutura viária apresenta filas de veículos que alcançam até dez quilômetros. A concessionária CCR estuda até antecipar a ampliação da via, que, por contrato, inicialmente era prevista para daqui a nove anos. Cogita-se a criação de uma quinta faixa no trecho mais problemático, entre as rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares". Leia mais.

Sinais exteriores da crise na Segurança


As duas notas abaixo, que reproduzo da coluna Painel (Folha de S. Paulo) de hoje (11), fazem referência a sinais exteriores recentes da crise por que passa a segurança pública no Estado de São Paulo. É bom lembrar que os problemas já existiam no governo anterior de Geraldo Alckmin e que foram 'escondidos' por setores da mídia durante o governo do tucano José Serra (2007-2010).

Na vida real dos cidadãos, os reflexos da desestruturação do aparelho de segurança estatal são muitos e destoam, em grande medida, dos números oficiais que apontam uma sensação de maior segurança. Vale lembrar o crescimento dos roubos a condomínios, latrocínios e roubos a bancos noticiados todos os dias pela imprensa, além da precarização das condições de trabalho dos policiais em diversas regiões paulistas - situações minimizadas pelas autoridades tucanas.

Veja as notas da Folha para entender melhor a falta de coordenação vivida pela cúpula da Segurança Pública no Estado:

"Chumbo 1 - A crise na Segurança paulista foi deflagrada há quase um mês com a divulgação de outro vídeo, no qual escrivã acusada de receber propina é forçada a se despir para revista durante blitz. O caso derrubou a corregedora da Polícia Civil, Maria Inês Valente, da confiança de Ferreira Pinto.

Chumbo 2 - Dez dias depois, cai o coordenador de estatística da secretaria, Túlio Kahn, após a Folha revelar que ele teria vendido informações sigilosas a empresa privada. Kahn havia sido nomeado na gestão de Saulo de Castro Abreu Filho, hoje na pasta dos Transportes
".

quinta-feira, 10 de março de 2011

Investimento federal para ampliar a CPTM


Da Folha Online

BNDES aprova financiamento para compra de trens em SP


"O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou empréstimo de R$ 948,9 milhões para a compra de 36 novos trens para a linha 8 (Diamante) da CTPM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) de São Paulo.

Os recursos serão concedidos a uma sociedade de propósito específico, a CTRENS Companhia de Manutenção, criada para executar os projetos de manutenção e fornecimento de trens na cidade de São Paulo.

O banco destaca que com mais trens em operação será possível reduzir o intervalo entre as composições. A frota da linha 8 concentra 20% dos usuários pagantes, com cerca de 432 mil passageiros. A frota é composta por 288 carros, mas 84 não estão em condições de operar, o que contribui para a superlotação do sistema". Leia mais.

Novo recorde no emprego

Da Folha Online

Criação de empregos formais no país bate recorde em fevereiro

"A criação de empregos formais em fevereiro baterá recorde no Brasil para o período: dados preliminares mostram que serão pelo menos 208 mil vagas, contra 205 mil abertas no mesmo mês do ano passado, revela o ministro Carlos Lupi, do Trabalho". Leia mais.

Sobre a qualidade da água da Sabesp

Do Jornal da Tarde

Algas prejudicam qualidade da água da Sabesp

Luisa Alcalde e Tiago Dantas


"A qualidade de parte da água fornecida pela Sabesp está comprometido devido ao crescimento desordenado de algas na Represa de Guarapiranga. Moradores e comerciantes da Vila Clementino e da Vila Mariana, na zona sul da capital, reclamam do gosto ruim e do forte cheiro da água que sai das torneiras e dos chuveiros. Nesses dois bairros, o problema começou a ser notado nos últimos 15 dias. Mas outras regiões abastecidas pelo reservatório podem ter sido afetadas.

A Sabesp afirma que o problema é causado por duas substâncias liberadas pelas algas. A Guarapiranga abastece cerca de 3,5 milhões de habitantes da zona sul da capital e também de municípios da Grande São Paulo, como Embu e Itapecerica da Serra. A companhia admite que já recebeu reclamações, mas não especificou de que bairros vieram as queixas e diz estar se mobilizando para dar fim ao problema". Leia mais.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Festa do povo na Unidos de Santa Bárbara

Parabéns à Santa Bárbara por mais uma vitória!

SITE ITAIM PAULISTA

A Escola de Samba Unidos de Santa Bárbara alcançou o bicampeonato do Grupo II da União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp) no Carnaval 2011.

É mais um resultado positivo do trabalho desenvolvido pelo grupo liderado por Nel Costa, que tem o apoio de longa data do meu mandato na região do Itaim Paulista, zona leste da Capital.

Em 2012, a Unidos de Santa Bárba desfilará no Grupo I da Uesp no Carnaval, no Sambódromo paulistano.

Mais detalhes no site ITAIM PAULISTA.

Parabéns a todos por mais esta conquista!

Carnaval 2011 - Unidos de Santa Barbara [ Itaim Paulista ]

Um discurso histórico de Che Guevara

Discurso revolucionário de Che Guevara

Desperdício de tempo e dinheiro

Do jornal Agora SP

Limpeza do rio Pinheiros empaca mais uma vez

Adriana Ferraz


"O estudo de impacto ambiental que deveria ficar pronto no ano passado com a resposta se a flotação, sistema escolhido para tratar a água do rio, funciona ou não está atrasado, e atualmente paralisado. O desperdício de tempo e de dinheiro rende consequências graves, especialmente na época de chuvas.

"A relação é direta. Se a despoluição do rio estivesse em andamento, o leito estaria mais baixo e não encheria tão rápido durante uma tempestade. Estima-se que a carga de poluição nas águas do Pinheiros e do Tietê chega hoje a 30%. Essa sujeira toda precisa sair de lá", diz Maurício Waldman, consultor em recursos hídricos".

terça-feira, 8 de março de 2011

Do fundo baú

Mercedes Sosa - Todo cambia


Todo Cambia (tudo muda)-Letra traduzida

Muda o superficial
Muda também o profundo
Muda o modo de pensar
Muda tudo neste mundo

Muda o clima com os anos
Muda o pastor e seu rebanho
E assim como tudo muda
Que eu mude não é estranho

Muda o mais fino brilhante
De mão em mão seu brilho
Muda o ninho o passaro
Muda a sensação de um amante

Muda o rumo do andarilho
Ainda que isto lhe cause dano
E assim como tudo muda
Que eu mude não é estranho

Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda

Muda o sol em sua corrida
Quando a noite o substitui
Muda a planta e se veste
De verde na primavera

Muda a pelagem a fera
Muda o cabelo o ancião
E assim como tudo muda
Que eu mude não é estranho

Mas não muda meu amor
Por mais longe que eu me encontre
Nem a recordação nem a dor
De meu povo e de minha gente

O que mudou ontem
Terá que mudar amanhã
Assim como eu mudo
Nesta terra tão longinqua

Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda

Mas não muda meu amor...

O comando tucano em SP e a insegurança pública

Com o título “ Delegacias sem delegados” o jornal Folha de São Paulo publicou em sua edição de hoje um bom editorial analisando a situação das delegacias de polícia nos municípios do estado de São Paulo. Diz o editorial: “A visita à maioria dos distritos policiais deixa evidente que são repartições pouco propícias para a investigação criminal. Mais que atividades de inteligência, impera ali a burocracia do inquérito, em que a função policial se confunde com a produção de documentos escritos. Sobre a floresta de papéis reina um bacharel em direito, o delegado -quando está presente. Isso quer dizer que essas delegacias ficam acéfalas na maior parte dos dias, recebendo visitas do responsável final pelos inquéritos duas vezes por semana, se tanto”. Assinante leia mais.

Comentário: Não é de hoje que as delegacias de polícia em São Paulo passam por dificuldades para operar. Faltam funcionários, computadores, tintas para impressão e até para fazer a manutenção das viaturas os delegados precisam contar com a solidariedade do comércio local para adquirir peça de reposição.

O PSDB, que governa este estado há quase duas décadas, não tem feito a lição de casa e, infelizmente, o crime organizado é uma realidade cada dia mais presente no dia-a-dia do nosso povo. Só não vê quem não quer!

Os agentes públicos padecem com a falta de valorização por parte deste grupo político encastelado no poder em São Paulo. Nosso estado está entre aqueles estados da federação que pagam o menor salário aos seus profissionais de segurança.

Esta realidade precisa mudar. Espero que a próxima legislatura de deputados estaduais que se inicia no dia 15 de março faça a sua parte e, com independência, fiscalize a ação do poder executivo, para que desmando como este não permaneça sem solução indefinidamente.

Nota: Reportagem da Folha revelou que um terço das cidades paulistas -206 de 645 municípios- carece de delegados titulares.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Choro das 3: um excelente trabalho




Formado pelas irmãs - Corina (flauta), Lia (violão de 7 cordas) e Elisa (bandolim) e o pai, Eduardo (pandeiro), o Choro das Três é um conjunto instrumental brasileiro.

Composições próprias e de amigos fazem parte do repertório do grupo, que tem como base principal a pesquisa de compositores e músicos da antiga, nem sempre conhecidos do grande publico, mas que tiveram papel vital no desenvolvimento da nossa música.

Através dos shows, o Choro das Três tem conseguido atingir seu principal objetivo: levar às pessoas, principalmente aos mais jovens, um pouco da nossa história musical e mostrar que o Choro, já centenário, continua colecionando novos compositores e intérpretes, encantando pessoas do mundo todo.



O cd "Meu Brasil Brasileiro" foi todo produzido, gravado e mixado pelas meninas.
"Nossa principal preocupação, foi registrar exatamente o trabalho do grupo. Se você ouvir o cd e assistir a gente ao vivo, vai perceber que o som do cd é muito próximo ao nosso som ao vivo" - disse a Corina, que foi responsável pela produção musical do cd - "Também procuramos manter o clima informal das rodas de choro. Por exemplo, na faixa Flor do Abacate, a gente canta junto com a música. Era uma brincadeira que fazíamos com o Arnaldinho nas rodas da Contemporânea..."

Este cd é o retrato do choro. Ele traz um pouco dos chorões da velha guarda, um pouco dos nossos amigos chorões, e claro, muito do Choro das 3.

As auditorias e os gastos do governo Alckmin

Do Jornal da Tarde

Alckmin: gasto com passagens sobe 16%


"O governador Geraldo Alckmin (PSDB) assumiu o mandato pedindo auditoria das contas do Executivo e contenção de gastos – especialmente com viagens. Mas, nos dois primeiros meses de gestão, despesas com passagens e locomoção do governo subiram 16,2% ante igual período de 2010. Dados do Tesouro estadual demonstram que o governo desembolsou neste ano R$ 26,7 milhões, em valores liquidados, com passagens. O total é R$ 3,8 milhões maior que no primeiro bimestre de 2010 – R$ 22,9 milhões". Leia mais.

sábado, 5 de março de 2011

Multas se multiplicam ano a ano

Do portal R7, com informações da Agência Estado

CET aplicou mais de 6 milhões ao longo do ano passado na capital paulista

Uso da faixa exclusiva de ônibus gerou aplicação de 277.974 multas


"Balanço divulgado pela CET (Companhia de Engenharia de Transportes) aponta que as infrações de trânsito que mais cresceram em 2010 foram transitar na faixa exclusiva de ônibus e excesso de velocidade. No total, o órgão aplicou 6.974.682 ao longo do ano passado na capital paulista. A quantidade é 11,52% superior em relação a 2009". Leia mais.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Nova promessa da 'indústria da lama' em SP


Do Jornal da Tarde

Governo fará leilão para obras em rios

Anne Warth


"O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, informou nesta sexta-feira que os projetos de desassoreamento dos rios Tietê e Pinheiros foram publicados no Diário Oficial do Estado. De acordo com ele, o governo pretende fazer um leilão dos projetos ainda neste mês para a escolha das empresas que farão as obras e assinar os contratos em abril. A previsão de Alckmin é que as obras sejam iniciadas entre o fim do mês de abril e o começo de maio.

De acordo com o governador, 2,1 milhões de m3 de resíduos devem ser retirados do rio Tietê neste ano com a realização dessas obras, o que fará com que o rio volte a batimetria inicial – ou seja, o Tietê voltará ao nível de largura e profundidade que tinha quando das obras de alargamento e aprofundamento da calha concluídas em 2006, quando da gestão anterior de Alckmin. Outros 600 mil m3 de resíduos devem ser retirados em 2012, segundo o governador que explicou que, a cada ano, este é volume de material que ser retirado do rio a título de manutenção. A licitação será feita por meio de dois lotes: o primeiro da Barragem Edgard de Souza até o Cebolão e o segundo, das eclusas até a Barragem da Penha". Leia mais.

Produção de carros sobe 15,3% em dois meses

Da Folha de S. Paulo/Mercado:

Produção de veículos cresce 24% e bate recorde em fevereiro


"A produção de veículos no Brasil bateu recorde em fevereiro, atingindo o melhor desempenho para o mês com a fabricação de 310.657 automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões.

De acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pela Anfavea (associação das montadoras), houve acréscimo de 18,7% no confronto com janeiro e de 24% ante igual intervalo no ano passado. No acumulado do ano (572.434 unidades), o aumento chegou a 15,3%". Leia mais.

COMENTÁRIO - Este setor reúne uma grande cadeia produtiva, como todos sabemos, e isso ajuda a manter o nível da atividade do emprego no país de forma significativa. Ou seja, produção, consumo e emprego andam juntos.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Site da Câmara destaca sessão de despedida


Foto: RenattodSouza

DO SITE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

Despedida de vereadores marca sessão plenária nesta quarta-feira

"A 221ª sessão plenária da Câmara Municipal de São Paulo foi marcada nesta quarta-feira pela despedida de mais dois vereadores que deixam a Casa para assumirem mandatos de deputados estaduais na Assembleia Legislativa, a partir de 15 de março.

A exemplo do vereador Jooji Hato (PMDB), que se despediu nesta terça, os vereadores João Antonio (PT) e Carlos Bezerra (PSDB) fizeram seus pronunciamentos aos colegas da Câmara. Ambos estavam no parlamento paulistano há três mandatos consecutivos.

O vereador João Antonio lembrou sua trajetória no movimento operário e as dificuldades enfrentadas no início de sua vida parlamentar, em 2001.

Segundo o petista, naquela época o parlamento estava desacreditado e vivia à sombra da cassação e da prisão de dois vereadores por corrupção e da impugnação do mandato do prefeito Celso Pitta. “A cidade estava em total desordem e enfrentávamos a desconfiança da real eficácia desse parlamento. Provamos que São Paulo seria muito pior sem a participação dos vereadores na melhoria das condições de vida dessa cidade”, destacou João Antonio.

O vereador do PT lembrou das leis que os parlamentares paulistanos ajudaram a melhorar durante os três mandatos em que esteve na Câmara, como o Plano Diretor Estratégico, a Lei de Zoneamento e a criação dos conselhos gestores nas repartições públicas. “Essas leis diminuíram a furiosa ganância do mercado imobiliário e pelos próximos trinta anos serão essenciais para organizar as políticas urbanas da cidade”, contou.

No discurso de cerca de trinta minutos, o vereador foi homenageado pelos demais colegas e também pelo presidente da Casa, José Police Neto (PSDB). A despedida de João Antonio, que é ex-sindicalista e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, foi acompanhada por amigos e familiares do vereador". Leia mais.

IBGE: crescimento econômico de 7,5% em 2010

Do UOL Economia

Economia brasileira cresce 7,5% em 2010, maior alta em 24 anos


"A economia brasileira cresceu 7,5% em 2010 na comparação com o ano anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (3). É o maior crescimento em 24 anos, desde 1986, quando também a alta foi de 7,5%". Leia mais.

Falta de manutenção no Metrô e na CPTM

Do Jornal da Tarde

Chuva piora goteiras em estações de Metrô

TIAGO DANTAS


"Nem dentro dos prédios do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) o paulistano está livre dos efeitos da chuva. Pelo menos nove estações estão com goteiras. As infiltrações podem provocar danos à estrutura dos prédios se persistirem por muito tempo, segundo engenheiros. Para os passageiros, o maior receio é escorregar no piso molhado. As duas empresas se comprometeram a fazer reparos.

O vazamento causa a formação de poças de água em plataformas de embarque, acessos a escadas e áreas próximas às catracas – os locais são sinalizados com um cavalete amarelo que avisa: “Cuidado. Piso molhado”. Parte da culpa é dos temporais dos últimos dias, segundo o professor de engenharia do Mackenzie João Virgílio Merighi. “É mais provável que sejam tubos de água pluvial, mas não posso dizer que é exclusivo”, diz.

Os problemas foram identificados pelo Jornal da Tarde nesta quarta-feira, 02, após visita a 15 estações de Metrô – quatro delas com interligação com a CPTM. A Linha 2-Verde do Metrô apresenta pelo menos seis estações com infiltrações: Vila Madalena, Sumaré, Brigadeiro, Sacomã, Tamanduateí (interligada à Linha 12-Turquesa da CPTM) e Vila Prudente, as duas últimas inauguradas no fim do ano passado". Leia mais.

Mercado acredita que país seguirá crescendo


Em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o empresário Fábio Ermírio de Moraes, vice-presidente da Votorantim Industrial, falou sobre sua percepção do governo da presidenta Dilma Rousseff - que reflete o pensamento do mercado acerca do terceiro governo do PT no país.

Uma das frases dele, reproduzida abaixo, resume a visão do mercado:

"Acreditamos que o governo continuará se esforçando para que o país siga crescendo. Há sinais de uma política de responsabilidade fiscal e um maior balanceamento da política monetária com a fiscal. Isso reflete no aumento da confiança por parte da iniciativa privada e investidores em geral."

quarta-feira, 2 de março de 2011

Discurso de despedida do mandato de vereador

Publico abaixo um trecho do discurso que proferi da tribuna da Câmara Municipal na tarde desta quarta-feira para agradecer os dez anos de mandato no legislativo paulistano e falar sobre os desafios que assumirei na Assembleia Legislativa de São Paulo a partir do dia 15 próximo.

Senhor presidente, nobres Vereadores e vereadoras:

Venho a esta tribuna com um sentimento contraditório: um misto de alegria e de tristeza. Alegre pela determinação com que desejo exercer meu futuro mandato de deputado estadual que começa agora em março; triste porque talvez ocupe esta tribuna pela última vez na condição de vereador da cidade de São Paulo.

Como todos sabem, fui eleito vereador por três mandatos consecutivos na Capital. Confesso que na minha primeira eleição cheguei a esta Casa com uma certa desconfiança da real eficácia da ação legislativa do parlamento paulistano.

Quando fui eleito pela primeira vez, a cidade de São Paulo e esta Casa ainda estavam sob os efeitos de escândalos de grandes proporções.

Recordemos alguns dos fatos à época que configuravam o caos:

Dois vereadores cassados, presos e o prefeito afastado de suas funções pela Justiça. Vivíamos um momento de completa desordem na cidade.

Diante disso eu me perguntava:

- O que é possível fazer aqui?


Não foi preciso muito tempo para que eu percebesse o papel fundamental que a Câmara Municipal desempenha na cidade.

Também notei que, exatamente naquele período em que a desordem se instalara na cidade, era necessário fazer da Câmara Municipal um espaço privilegiado de reorganização da vida no município.

São Paulo, pela sua grandeza, sempre mereceu um parlamento qualificado, cuja preocupação com a qualidade de vida do seu povo fosse a causa primeira de seus representantes. Leia aqui o meu discurso completo.

Meu pronunciamento de despedida da Câmara


Ocuparei a tribuna da Câmara Municipal de São Paulo na tarde desta quarta-feira (2) para fazer o meu pronunciamento de despedida do mandato de vereador. Minha fala abordará aspectos importantes dos últimos 10 anos em que atuei no parlamento paulistano. Da tribuna, anunciarei minha mudança para a Assembleia Legislativa, onde assumirei o mandato de deputado estadual a partir do dia 15 próximo.

Meu desafio político na Assembleia Legislativa será ampliar os espaços democráticos naquele parlamento, fomentar o debate sobre os grandes temas de interesse da população paulista e reforçar a ação política como o melhor caminho para atingir o bem comum.

Fui eleito em outubro de 2010 para uma cadeira na Alesp com a expressiva votação de 110 mil 684 eleitores paulistas de diversas regiões do Estado. Levarei comigo uma importante bagagem política acumulada no cargo de vereador do maior parlamento da América Latina.

TRANSMISSÃO PELA TV E NA INTERNET - Minha fala de despedida da Câmara Municipal acontecerá no Grande Expediente da Sessão Plenária, por volta das 16h. Será transmitida ao vivo pela TV Câmara SP. A TV Câmara é transmitida pelos canais a cabo 66 TVA e 07 (digital) ou 13 da NET. Também pode ser acessada ao vivo pela internet no endereço www.tvcamarasp.com.br

Impacto econômico benéfico

Do UOL Notícias

Reajuste do Bolsa Família vai injetar R$ 1,3 bilhão na economia do Nordeste em 2011


"O reajuste médio de 19,4% do programa Bolsa Família, anunciado pela presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira (1º), terá um impacto significativo na economia do Nordeste, região em que 40% das famílias dependem do benefício. Ao todo, 6,5 milhões de nordestinos recebem mensalmente a bolsa do governo federal e serão diretamente beneficiados com o aumento". Leia mais.

terça-feira, 1 de março de 2011

PSDB/SP mistura Estado e negócios privados


Trecho de reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira (1º):

Estatístico do Estado vende dado sigiloso

"O sociólogo Túlio Kahn, que é chefe da CAP (Coordenadoria de Análise e Planejamento) da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, vende serviços de consultoria nos quais põe à disposição de empresas dados sigilosos sobre a violência no Estado, informa a reportagem de Mario Cesar Carvalho publicada na edição desta terça-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Como sócio da Angra Consultoria, Kahn repassa a clientes informações cuja divulgação é vetada, "para não alarmar o público".

Entre elas, estão que tipo de bens são levados com maior frequência em assaltos a condomínios de São Paulo e quais os furtos mais comuns na região de Campinas. Os contratos da Angra chegam a até R$ 250 mil". Leia mais (assinante da Folha/UOL).

DEPOIS DA PORTA ARROMBADA - No início da tarde de hoje, a Folha Online informou que o governador Geraldo Alckmin anunciou o afastamento do sociólogo Túlio Kahn do cargo que ocupava na Secretaria de Segurança. O afastamento foi motivado pela repercussão negativa da denúncia da Folha. E ocorreu, como diz o ditado popular, "depois da porta arrombada", uma vez que ele estava no governo do PSDB desde o governo anterior de Alckmin.

Promessa de Alckmin 'alaga' 3 vezes em 2011


Quando ocupou o governo do Estado pela primeira vez, o tucano Geraldo Alckmin anunciou com estardalhaço "o fim das enchentes nas marginais do Tietê". Dizia ele que os alagamentos - por conta do aprofundamento da calha do rio - "só aconteceriam em 100 anos". Só em 2011 foram três transbordamentos.

Reproduzo acima a capa que ilustra o drama vivido ontem pelos moradores da Capital e, abaixo, um trecho da matéria do Jornal da Tarde de hoje:

Rio Tietê transborda de novo, e cidade vive caos

"O temporal que atingiu a capital e Grande São Paulo na tarde de ontem fez o Rio Tietê transbordar pela terceira vez este ano. O trânsito ficou travado até tarde da noite. Muitas pessoas ficaram ilhadas dentro de carros, ônibus ou em casa. Avenidas alagaram e carros saíram boiando. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou o segundo pior congestionamento do ano, 150km, às 19h42".