sexta-feira, 30 de abril de 2010

Dilma na Câmara Municipal de SP


Dilma participa do Encontro de Setoriais do PT Nacional na Câmara Municipal

Cumprindo agenda desde ontem no estado de São Paulo, a pré-candidata do PT à Presidência da República, a ex-ministra Dilma Rousseff, estará hoje à noite na Câmara Municipal.

Às 19 horas ela acompanhará a abertura do Encontro Setoriais Nacionais Extraordinários do PT, no Salão Nobre do Legislativo. O evento deve reunir aproximadamente 400 delegados credenciados de todo o Brasil.

Amanhã Dilma participará das comemorações do 1º de Maio organizados pela Central Única dos Trabalhadores e pela Força Sindical

quinta-feira, 29 de abril de 2010

'Córrego Limpo': propaganda enganosa em SP

Em novo vídeo, a TV do meu mandato mostra como a Operação Córrego Limpo, do governo tucano José Serra/Goldman e da Prefeitura de São Paulo, é mais uma ação de mídia do PSDB que gasta milhões do contribuinte para fazer propaganda enganosa.

A Sabesp, empresa do governo estadual responsável pelo saneamento, joga o esgoto em córregos e rios, poluindo diversas regiões da cidade e da região metropolitana. E o pior: a Sabesp cobra normalmente nas contas dos consumidores o tratamento de esgoto que não faz - maltratando o meio ambiente e penalizando a população.

Clique no imagem e assista ao vídeo sobre o descaso da Sabesp.

O prestígio do presidente Lula no mundo


Do UOL Notícias:

Lula é eleito o líder mais influente do mundo pela "Time"

"O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito nesta quinta-feira (29) pela revista americana “Time” como o líder mais influente do mundo. Lula encabeça um ranking de 25 nomes e é seguido por J.T Wang, presidente da empresa de computadores pessoais Acer, o almirante Mike Mullen, chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, o presidente americano Barack Obama e Ron Bloom, assessor sênior do secretário do Tesouro dos Estados Unidos". Leia mais.

Serra manda reforçar a 'indústria das multas'


Matéria da Folha de S. Paulo de hoje (29) relata o reforço do governo Serra/Goldman à conhecida 'indústria das multas' com a instalação de mais 345 novos radares em rodovias paulistas. Como o objetivo do governo tucano não é educar por meio da multa, e sim "ampliar a arrecadação", a medida deve desagradar ainda mais os motoristas.

Além de serem 'esdondidos' dos motoristas para multar - o que é contra a legislação -, esses novos radares somam-se à enxurrada de pedágios para avançar sobre o bolso dos contribuintes paulistas.

Veja abaixo um trecho da reportagem Com 227 radares, rodovias de SP vão ganhar mais 345:

"Os motoristas que trafegam por rodovias paulistas, privatizadas ou não, terão de redobrar a atenção para evitar multas aplicadas com base na fiscalização por radares. Com 227 equipamentos hoje, as estradas de São Paulo deverão ganhar outros 345 nos próximos meses.

Do novo contingente, 177 estão sendo implantados, todos em vias sob concessão -outros 168 equipamentos, exclusivos para as rodovias administradas pelo Estado, estão em licitação.

A Folha pediu para as 18 empresas que administram rodovias em SP e para o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) a localização dos novos radares, mas apenas duas concessionárias responderam".

Mendonça tenta confundir, mas não consegue


Em artigo na seção Tendências/Debates, da Folha de S. Paulo de hoje (29), o ex-ministro das Comunicações e ex-presidente do BNDES do governo FHC, Luiz Carlos Mendonça de Barros (foto), tenta criar uma cortina de fumaça sobre o controverso período em que coordenou boa parte do programa de privatizações tocado pelo PSDB. O texto está disponível para assinantes do jornal ou do UOL (clique aqui para ler).

Em determinado trecho do artigo, LC Mendonça usa artifícios para chegar ao seguinte questionamento: "Vou ainda mais longe nos meus questionamentos: será que, após executarem as mesmas ações que condenavam no caso de FHC, vão os petistas trazer novamente as denúncias contra as privatizações tucanas nas eleições que se aproximam? Vão ainda falar na privataria tucana?". Ele se refere ao leilão para construção da hidrelétrica de Belo Monte, do governo federal, como se fosse uma "privatização" do tipo que o seu partido fez. Ele e qualquer economista sabe que não se trata de privatização, e sim da "construção" de uma obra.

Curioso foi ele, no próprio texto, referir-se ao programa tucano que comandou como 'privataria', esse sim até hoje sob questionamentos no Judiciário e na sociedade brasileira, pois foram vendidas estatais a preço de banana - que já haviam sido construídas, inclusive as que davam lucro. E o pior: os recursos não melhoraram em nada a saúde, a educação, os transpotes, a segurança e outras áreas no governo FHC, como prometeram Mendonça de Barros e outros gestores à época.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Mais empregos


Da Folha Online:

Desemprego atinge menor taxa para março em 12 anos, diz Seade/Dieese

"A taxa de desemprego no país ficou em 13,7% em março, ante 13,0% em fevereiro, segundo pesquisa realizada pela Fundação Seade e pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em seis regiões metropolitanas e divulgada nesta quarta-feira. Apesar da elevação, é a menor taxa para um mês de março desde 1998. No mesmo mês em 2009, a taxa havia sido de 15,1%". Leia mais.

Goldman entrega mais cargos a Quércia

ALIADOS HISTÓRICOS

O Jornal da Tarde de hoje traz uma matéria que mostra o papel do sucessor de Serra no governo do Estado, Alberto Goldman, histórico aliado de do ex-governador Orestes Quércia - de quem foi secretário antes de virar tucano. Sua função política é 'lotear' secretarias estaduais "em prol do apoio a José Serra".

Veja um trecho da matéria do JT:

PMDB ganha secretaria em SP

De olho nas eleições, Goldman entrega pasta que era comandada pelo PV a aliado de Quércia

"Cumprindo promessa que fez ao assumir o cargo, o governador Alberto Goldman (PSDB) vai iniciar nos próximos dias o loteamento de cargos em prol de apoio à candidatura de José Serra (PSDB) à presidência. A primeira troca será na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social". Leia mais.

Três casos de sequestro por dia na Capital

Do Jornal da Tarde:

Sequestro relâmpago: crime vira epidemia em São Paulo

CAMILLA HADDAD

"A vendedora ambulante Leilane Souza, de 23 anos, e o empresário Silvio Fisberg, 50 anos, nunca se viram. Mas foram personagens de uma história que se repetiu em média três vezes por dia na capital este ano: o sequestro relâmpago. Ao todo, entre 1º de janeiro e 31 março houve 285 casos, segundo levantamento feito pelo Jornal da Tarde em delegacias da capital". Leia mais.

COMENTÁRIO - E o Serra vai continuar indo e vindo a programas de TV sem ser incomodado no quesito "segurança pública?"

terça-feira, 27 de abril de 2010

'Tudo sob controle'


A expressão "tudo sob controle" - que marcou o triste período de maio de 2006 quando São Paulo ficou acuada pelo crime organizado - voltou à tona na imprensa hoje. A 'frase-padrão' dos tucanos à nova onda de violência no litoral paulista, patrocinada por organizações criminosas, reforça o perfil do governo Serra/Goldman, pouco afeito a explicações sobre problemas que afligem o Estado.

Em meio a recomendações do Consulado dos EUA sobre riscos de turistas norte-americanos visitarem cidades do litoral ora acuadas pelo crime organizado, o PSDB de Serra 'faz cara de paisagem' - repetindo a máxima cunhada pelo sucessor de Geraldo Alckmin no cargo, Cláudio Lembo, em 2006, durante os ataques do crime organizado que paralisaram São Paulo.

DISCURSO VAZIO - Enquanto a situação no litoral paulista preocupa a população, Serra prefere fazer discurso vazio em programas de TV por onde passa, cobrando "ações" do governo federal em matéria de segurança pública. Como se vê, o tucano faz de conta que não é com ele, ignora o noticiário, mirando nos outros para tentar encobrir sua inoperância em mais esta área da administração.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Ficou só na promessa



Do Jornal da Tarde de hoje

"O prefeito Gilberto Kassab (DEM) deixou de repassar R$ 903 milhões ao Metrô nos últimos dois anos. A Prefeitura deveria ter investido R$ 1,228 bilhão até o ano passado, mas só depositou R$ 325 milhões na conta da empresa.

Em 2008, dois meses antes das eleições, Kassab prometeu investir R$ 1 bilhão no Metrô naquele ano e outro R$ 1 bilhão nos quatro anos seguintes, caso fosse eleito.

No ano em que fez a promessa, porém, o prefeito repassou apenas R$ 275 milhões. Outros R$ 198 milhões foram dados em Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs), títulos que dão direito a construir acima do permitido na área das operações urbanas. Esses papéis, no entanto, não foram leiloados.

O orçamento municipal previa o repasse de mais R$ 228 milhões em 2009 para a expansão da malha metroviária da capital, mas só R$ 50 milhões foram recebidos pelo Metrô. A Prefeitura afirma que o corte foi motivado pela crise econômica e que o montante será investido até o fim da gestão, em 2012, conforme prometido".

Paulistanos reclamam do transporte público - 22/02/2010


Comentário: Investir na melhoria do transporte público estava entre as principais promessas de campanha do prefeito Kassab. Além do dinheiro que prometeu investir na expansão da rede metroviária e não cumpriu, prometeu também modernizar e construir novos corredores de ônibus e até hoje não modernizou nem construiu sequer um quilômetro. O famoso corredor da Avenida Celso Garcia continua só no papel, sua obra nem licitada foi.

A expansão da rede metroviária segue a passos de tartaruga e o sistema de ônibus completamente deteriorado. Quem padece com este descaso são os usuários: estes chegam ficar, em média, 3 horas dia dentro de uma condução no deslocamento de casa para o trabalho e do trabalho para suas casas.

domingo, 25 de abril de 2010

Emir e a 'conversão' de Ciro na ótica da mídia

Do sociólogo Emir Sader, em seu blog no portal Carta Maior, sobre as recentes manifestações públicas do deputado federal Ciro Gomes (PSB):

"Ciro pode terminar melancolicamente prestando serviços à direita. Ou pode demonstrar altura de estadista e escolher o que sempre afirmou como o melhor para o Brasil: a continuidade do governo Lula. Os jornais da direita já comemoram sua conversão. Ele se disporá a esse triste papel?".

sábado, 24 de abril de 2010

Projeto do PT orgulha o país


FOTO: Roberto Stuckert Filho

Do Blog Dilma Na Web:

Dilma: São Paulo precisa mudar a gestão da educação e da saúde

"A pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, disse hoje, durante encontro estadual do PT de São Paulo, que os eleitores do estado precisam mudar a atual gestão, que impera desde 1983, para ter acesso a melhores escolas e programas de segurança. Ela apontou que essa mudança tem que garantir a vitória nas próximas eleições de Marta Suplicy para o Senado e Aloizio Mercadante para o governo, pré-candidatos.

“Ele é um homem que luta por São Paulo. Mercadante representa um projeto que levou o país a se orgulhar de si. Um país que levantou a cabeça e nós não fizemos tudo que tínhamos para fazer, mas nós nesses oito anos fizemos o máximo que um governo podia fazer", afirmou. "Esse projeto tem um lema claro, o desenvolvimento e a inclusão social. Interessado por trás de cada obra na vida do povo.”

Segundo ela, poucas vezes o eleitor paulista teve opções tão boas. “Vocês, Mercadante e Marta, estarão disputando contra o mesmo grupo político que governa o estado desde 1983. Ou seja, quem tem menos de 30 anos aqui em São Paulo não viveu outra experiência de governo que não seja essa que aí está”.

Garis de São Paulo em estado de greve


Do Jornal da Tarde:

Garis e lixeiros reduzem serviço de varrição

Medida, iniciada ontem, foi um 'aviso' sobre a greve total, que abrangerá a coleta, marcada para terça

"Os garis e lixeiros da capital iniciaram ontem uma redução na jornada de trabalho, em um adiantamento à greve marcada para a próxima semana. O sindicato da categoria informou que só ontem deixaram de ser recolhidas cerca de oito toneladas de lixo, pois a varrição de ruas deixou de ser feita. A medida seria um aviso sobre a paralisação, marcada para começar às 6h da próxima terça. A categoria promete suspender toda a varrição e a coleta de lixo residencial por tempo indeterminado". Leia mais.

Mercadante: "SP está perdendo liderança"


Reproduzo abaixo dois trechos da entrevista concedida à Folha de S. Paulo pelo pré-candidato do PT ao governo do Estado de São Paulo, senador Aloízio Mercadante.

Ele foi indicado hoje pelo partido como candidato à disputa ao Palácio dos Bandeirantes no encerramento do 17º Encontro Estadual do PT, que também confirmou a pré-candidatura da ex-prefeita Marta Suplicy ao Senado. Leia.

Mercadante diz que PT agora está unido

FOLHA - Por que o sr. quer ser governador?

MERCADANTE - Porque eu acho que São Paulo merece muito mais do que tem hoje. É um Estado fantástico, que tem a melhor base industrial do país, os melhores serviços, universidades, centros de tecnologia, tem uma agricultura moderna, a mais produtiva do país. No entanto, nesses 27 anos, tivemos o mesmo grupo se alternando, estão todos juntos novamente, querem trazer de volta alguém que já foi vice-governador e governador por 12 anos, enquanto os problemas fundamentais que são de competência do Estado não evoluíram da forma como deveriam. Ao contrário, estamos assistindo o Brasil com reconhecimento internacional com dinamismo com energia e São Paulo perdendo sua liderança. Eu acho que é um governo insuficiente. Nós mostramos que sabemos fazer bem. Fazemos melhor, é só comparar o governo Fernando Henrique Cardoso com o governo Lula. O Brasil demorou tanto tempo para acreditar [que] Lula seria um bom presidente e hoje o reconhece, por que São Paulo não pode acreditar que nós faremos em São Paulo o que fizemos no Brasil? Essa é a força de um governo com políticas públicas criativas, um governo novo, com motivação, em sintonia com o ritmo que o Brasil tem hoje.

FOLHA - O slogan de sua pré-campanha é "São Paulo a favor do Brasil". São Paulo está contra o Brasil?

MERCADANTE - Acho que São Paulo precisaria estar em sintonia com esse momento extraordinário que foi construído no país. São Paulo sempre foi a locomotiva do país, e hoje não é. Está perdendo a liderança na educação, na segurança, no crescimento econômico, desenvolvimento. [...] Eu sinto que é um governo que está sendo superado pelos fatos. [...] Eu acho que São Paulo precisa de um outro caminho, São Paulo merece muito mais.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Ciro descarta hipótese de apoiar Serra


Do Portal Terra

Ciro: vou apoiar Dilma, todos sabem que não apoiarei Serra

"Se eu for candidato e não tiver a ventura de ter a preferência do povo, de ganhar a eleição, como eu pretendo, eu vou apoiar Dilma que é minha vizinha. Todo mundo sabe que eu não vou apoiar o Serra". A declaração foi feita esta noite pelo pré-candidato do PSB à presidência da República, Ciro Gomes, durante entrevista ao programa SBT Brasil.

O Metrô com o PSDB no governo



O vídeo acima é para quando o tucano José Serra aparecer na propaganda eleitoral mostrando o "Metrô de um passageiro só" - aquele das campanhas milionárias do governo do PSDB que tentam reverter o desgaste de anos e anos sem investimentos na ampliação do sistema metroviário em São Paulo.

Mesmo com a construção de algumas linhas - lenta demais para a demanda-, o fato é que o Metrô de São Paulo anda a passos de tartaruga: pouco mais de 1 quilômetro de trilhos é construído por ano. E o PSDB está lá desde o governo Montoro, nos anos de 1980. O resultado é a superlotação que todos os dias é regra na Capital.

O vídeo desmente a investida tucana na publicidade com Serra no governo.

Incerteza e falta de fiscalização

Da Folha de S. Paulo, hoje (23):

Ônibus mudam rota e horário todos os dias em SP

"Os ônibus de São Paulo mudam de rota e horário sem que os passageiros sejam avisados. Um relatório da SPTrans (empresa municipal que cuida do setor) mostra que, em média, há quase três mudanças de itinerário e 13 nos horários de partida dos ônibus por dia. A informação foi publicada na reportagem de Alencar Izidoro e Andressa Taffarel publicada na Folha nesta sexta-feira (íntegra disponível somente para assinantes do jornal ou do UOL).

Do total de 1.347 linhas, 8% foram inclusive canceladas no ano passado --na maioria das vezes, substituídas por outras, mas com diferenças de percurso que sempre afetam a rotina de uma parcela dos usuários". Leia mais.

PT lança pré-candidatos Mercadante e Marta


Do Boletim PT Câmara SP, da Liderança do PT:

Encontro do PT-SP começa hoje e lança pré-candidaturas de Mercadante e Marta

Será aberto hoje à noite o 17º Encontro Estadual do Partido dos Trabalhadores do Estado de São Paulo, que marcará o lançamento das pré-candidaturas de Aloízio Mercadante ao governo paulista e de Marta Suplicy ao Senado.

Mais de 1.200 delegados, lideranças políticas e de movimentos sociais participarão do encontro, que será realizado no Centro Sindical dos Bancários (Rua Tabatinguera, 192, próximo à estação Sé do metrô).

O ato político de lançamento das pré-candidaturas acontecerá amanhã, a partir de 11 horas, e deverá contar com as presenças da ex-ministra Dilma Rousseff e do presidente Lula.

A TVPT de São Paulo transmitirá ao vivo as atividades do 17º Encontro Estadual. Acesse o site www.pt-sp.org.br e acompanhe.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Educação: 'malabarismo' não tira SP do 13º lugar


O secretário estadual de Educação de São Paulo, Paulo Renato Souza, faz hoje um claro exercício de 'malabarismo verbal' na tentativa de justificar o injustificável: como os tucanos conseguiram colocar São Paulo no 13º lugar entre os pisos salariais pagos aos professores em todo o Brasil? Os dados vergonhosos dos salários do magistério foram publicados dia 1º de abril pelo jornal Folha de S. Paulo, o mesmo onde hoje (22) o secretário de José Serra publica o tal 'artigo de malabarista'.

Paulo Renato joga a culpa pelos baixos salários dos professores paulistas nos outros estados brasileiros. Ele argumenta: "São Paulo contribui com mais de 40% das receitas federais, mas as transferências federais que recebe via Fundo de Participação dos Estados são insignificantes, ao contrário do que acontece nos Estados do Norte". A velha mania de culpar os "Estados do Norte e do Nordeste" toda vez que São Paulo não faz a coisa certa.

O detalhe que ele não consegue negar é que o Estado de Roraima, cujo orçamento sequer se aproxima do de São Paulo, consegue pagar um salário de R$ 2,5 mil por 25 horas semanais a um professor, enquanto esse mesmo profissional recebe R$ 1,8 mil por 40 horas semanais em São Paulo.

Quem é assinante da Folha ou do UOL pode ler aqui o artigo do secretário de Serra, que também foi ministro de FHC e não aplicou qualquer política educacional séria no páis nos anos 1994-2002.

Ampliadas investigações do caso Alstom-PSDB


Folha de S. Paulo:

Governo pedirá quebra de sigilo no caso Alstom

Solicitação para França e Suíça inclui 19 pessoas e empresas suspeitas de receber propina

Conselheiro do TCE e irmão do presidente do Metrô de SP, que negam ter conta fora do país, estão em lista do Ministério da Justiça


"O Ministério da Justiça vai encaminhar nos próximos dias à Suíça e à França pedidos de quebra do sigilo bancário de 19 pessoas e empresas suspeitas de ter recebido propina da Alstom para que a multinacional francesa vencesse concorrências do governo de São Paulo.

Entre os nomes que constam do pedido estão os de Robson Marinho, conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), e o do engenheiro Jorge Fagali Neto, irmão do presidente do Metrô. Marinho foi chefe da Casa Civil no início do governo de Mário Covas (PSDB), entre 1995 e 1997, quando o então governador, que morreu em 2001, o indicou para o TCE.

A Suíça bloqueou contas atribuídas a Marinho e a Fagali Neto, como a Folha revelou em junho e agosto do ano passado.

Ambos negam ter contas bancárias fora do país. Marinho disse ontem à Folha em entrevista por telefone: "Pode quebrar o sigilo que quiser. Não há contas na Suíça nem na França em meu nome" (leia texto nesta página).

O empresário Sabino Indelicato, que foi secretário de Obras quando Robson Marinho foi prefeito de São José dos Campos, também aparece na lista de pedido de quebra de sigilo. Os investigadores suíços suspeitam que uma empresa de Indelicato, a Acqua Lux, recebeu recursos da Alstom sem prestar os serviços citados no contrato. Também está na lista o executivo francês Jean-Pierre Courtadon, que ajudou a Alstom a ativar um contrato de R$ 98 milhões com a Eletropaulo em 1998.

Negócios sob suspeita

A Alstom, maior multinacional francesa, produz trens e metrôs e é líder mundial entre os fabricantes de equipamentos para usinas elétricas. É investigada por suspeita de ter pago propina para ganhar contratos com o Metrô e a Eletropaulo, privatizada em 1999. Inicialmente, os contratos investigados iam de 1998 a 2003, assinados durante os governos de Mário Covas e de Geraldo Alckmin, ambos do PSDB.

Com novos documentos suíços, os investigadores brasileiros decidiram estender o período até o ano passado, já na gestão do governador José Serra."

quarta-feira, 21 de abril de 2010

A vida do povo melhorou, lembra Kotscho


Enquanto o PSDB patrocina um verdadeiro 'tiroteio eleitoral' acerca dos números das pesquisas de opinião, o jornalista Ricardo Kotscho publica em seu blog BALAIO DO KOTSCHO uma boa análise sobre "a vida real" - nem sempre captada pelos institutos de pesquisa e que a oposição se nega a observar: a vida do brasileiro está melhor.

Em um trecho da sua nota, Kotscho diz:

"Na hora da onça beber água, a pergunta que todos se fazem é muito simples: minha vida melhorou ou piorou nos últimos oito anos em relação ao período anterior? A reportagem da Folha (deste domingo) não deixa dúvidas: enquanto a classe C hoje representa 53,6% da população, a classe E, a dos mais pobres, caiu de 29,5% para 17,4%. “A proporção de brasileiros vivendo abaixo da linha de miséria caiu expressivos 43% desde 2003″, informa a Folha". Ele arremata: "O resto é filosofia e disputa de slogans entre marqueteiros."

terça-feira, 20 de abril de 2010

O Jubileu de Prata de ordenação do Padre Júlio


Participarei na noite de hoje (20) de homenagem ao Padre Júlio Lancellotti, pároco da Igreja de São Miguel Arcanjo, na Mooca, Zona Leste de São Paulo, e integrante da Pastoral do Povo da Rua. Hoje ele comemora 25 anos de ordenação sacerdotal.

Veja abaixo detalhes sobre o evento:

Do blog O Arcanjo No Ar:

Parabéns, Pe. Julio, pelos 25 anos de sacerdócio!

"Nesta terça-feira, 20 de abril, o Pe. Julio Lancellotti comemora 25 anos de ordenação sacerdotal. A comunidade São Miguel Arcanjo celebra o Jubileu de Prata a partir das 8 da noite na capela da Universidade São Judas Tadeu. A missa será presidida por D. Angelico Sandalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC) e ex-bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo."

Pós-crise: economia de volta à normalidade

Do UOL Economia:

Brasil voltou completamente à normalidade após a crise, diz Meirelles

"O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que a economia brasileira já voltou "completamente à normalidade" após a crise financeira mundial.

Ele também disse, sem dar mais detalhes, que "em determinados momentos", elevar a taxa de juro garante a tendência de queda da Selic no longo prazo.

"O crescimento do Brasil..., com a economia sólida, juntamente com a estratégia de saída (retiradas das medidas de estímulo), mostra que a economia brasileira está completamente de volta à normalidade", afirmou ele durante audiêcia na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Ele afirmou que a forte recuperação da economia brasileira vista no fim do ano passado se manteve no primeiro trimestre deste ano."

Crises: diferenças entre FHC e Lula, em vídeo

Arrecadar é o que interessa


Do Jornal da Tarde , hoje:

SP faz cobrança irregular a motoristas

"Ao contrário do que determinou o Supremo Tribunal Federal (STF), as autoridades de trânsito de São Paulo continuam exigindo o pagamento antecipado de multas para que motoristas possam recorrer da decisão em segunda instância. O tribunal editou em novembro uma súmula vinculante que previu o fim da cobrança prévia por recursos administrativos, incluindo multas.

A segunda instância é a última chance de um motorista recorrer de autuação. Os casos são avaliados pelo Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) – órgão independente formado por integrantes de órgãos como a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O código de trânsito prevê o pagamento da multa antes da entrada do recurso nessa instância. Nas demais, não é necessário. A súmula vinculante 21 do STF considerou inconstitucional a exigência de qualquer depósito para que fosse possível recorrer de recursos administrativos". Leia mais.

Comentário: No ordenamento jurídico brasileiro o objetivo da multa como sanção é coibir a desobediência às regras com finalidade educativa. Nunca, por mais severa que seja a norma jurídica, se pretendeu através de multas, suprir o Estado de recursos financeiros. Para este fim nossa Constituição define várias modalidades de tributos.

As multas de trânsito na cidade de São Paulo ganharam um viés arrecadatório inconcebível. É uma verdadeira indústria de multas. No orçamento da cidade 2010, a previsão de arrecadação com multas ultrapassa meio milhão de reais. Uma fábula!

Por outro lado, não vemos nenhuma campanha séria de educação no trânsito. Assim, é possível inferir que o objetivo das autoridades públicas responsáveis, ao contrário do objetivo legal, é o aumento das infrações como meio de engordar os cofres públicos. Inaceitável!!

Raízes do autoritarismo de Serra


Na longa matéria de Veja desta semana em que é saudado pela revista como aquele "que se preparou a vida inteira para ser presidente", o tucano José Serra relembrou um episódio dos tempos de adolescente que explica sua forte queda pelas ações autoritárias à frente dos cargos que exerceu na vida pública. Vide a invasão da USP pela PM ou o uso da tropa de choque contra professores e movimentos sociais em geral.

Em um trecho da entrevista concedida à Veja, Serra diz:

"Esse aqui, o senhor Serra, vai ser político no futuro, e ele é quem vai mandar. Ele vai mandar em todos vocês aqui". A afirmação teria sido feita por um professor que observara o então estudante "barulhento" José Serra, aos 14 anos.

O tucano completa o raciocínio acrescentando: "Mas o fato é que foi uma observação que eu guardei para o resto da vida". Não só "guardou para o resto da vida" como aplicou em diversos momentos do exercício do poder, provando que sua visão de política passa, obrigatoriamente, pelo "poder de mando".

É este o político que se apresenta mais uma vez ao país - só que agora "as patinhas de lobo" estão cada vez mais visíveis, como bem lembrou a ex-ministra Dilma Rousseff ao se referir aos anti-Lula representados por Serra e seus apoiadores.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Marginal: o fracasso de uma obra faraônica


VÍDEO MOSTRA O FRACASSO DA OBRA FARAÔNICA DE SERRA


O ex-governador tucano José Serra já ataca alguns dos seus alvos nas viagens de pré-campanha que faz país afora. Hoje, em Minas Gerais, ele atacou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), segundo relato do UOL: "O ex-governador José Serra aproveitou para criticar o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), ao dizer que o programa é apenas uma lista de obras “inacabadas”.

A propósito de "obra inacabada", Serra tem algumas para mostrar em São Paulo, todas na sua passagem pelo governo do Estado. Depois do Rodoanel, a que chama mais a atenção é a Nova Marginal, intervenção viária que o tucano insistiu em tocar e que consumirá quase R$ 2 bilhões.

A obra da Marginal está praticamente paralisada desde que Serra deixou o governo. Os trabalhos de abertura de novas pistas e construção de pontes e viadutos varava madrugadas enquanto o governador estava no cargo - tempo suficiente para a produção de comerciais que irão ao ar quando da propaganda eleitoral. Hoje, poucos operários são vistos no canteiro de obras.

Enquanto isso, os "efeitos positivos" da obra - que foram alardeados por Serra e parte da imprensa no final de março passado - somem com o passar dos dias: é raro encontrar as novas pistas livres, inclusive porque as obras agora seguem o calendário eleitoral, aguardando o momento em que Serra entrará definitivamente na campanha. Um engodo completo!

VÍDEO MOSTRA O FRACASSO DA OBRA - Um vídeo produzido em julho do ano passado pelo Coletivo Ecologia Urbana, de São Paulo, mostra a verdadeira face da obra que Serra insistiu em levar à frente, a desepeito de ser condenada por ambientalistas, especialistas em trânsito e por motoristas.

Maioria diz que seguiria orientação de Lula

Do Jornal do Brasil:

Pesquisa : 65% podem votar em indicado por Lula

"A pesquisa Datafolha divulgada no fim de semana trouxe ontem detalhes da sondagem que mostram a relevância do poder de transferência de voto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a candidata do PT, escolhida por ele para sua sucessão, Dilma Rousseff.

Em pesquisa estimulada, os pesquisadores perguntaram se o eleitor “Votaria no candidato apoiado por Lula”, sem mencionar Dilma. Pelos dados, 38% disseram que “sim”, outros 27% disseram “talvez” – o que eleva o potencial de transferência do voto em 65%, somando-se os dois itens, no mais positivo dos cenários para a candidata do PT."

domingo, 18 de abril de 2010

Diante de uma rejeição crescente...

Do portal R7, com informações da Agência Estado:

Prefeito Kassab lança mutirão de limpeza para melhorar imagem

Índice de reprovação dele subiu de 27% para 34% em três meses

"Enchentes causaram mais que estragos na cidade. Elas também aumentaram o índice de reprovação do prefeito Gilberto Kassab (DEM), de 27% para 34% em apenas três meses, segundo o Datafolha. Para tentar recuperar a popularidade, ele decidiu contra-atacar. Nos próximos três meses, vai recapear ruas, podar árvores, limpar bueiros e reformar calçadas, além de investir na publicidade do que vem sendo chamado pelo governo de mutirão da limpeza. Leia mais.

sábado, 17 de abril de 2010

Novo problema no Trecho Sul do Rodoanel

Do Jornal da Tarde:

Ventos fortes fecharão ponte

Tráfego na maior ponte do Trecho Sul vai parar com rajadas de vento acima de 50 km/h

EDUARDO REINA e RENATO MACHADO

"O tráfego da maior ponte do Trecho Sul do Rodoanel será fechado sempre que forem detectadas rajadas de vento transversal superiores a 50 km/h. Com ventanias menos fortes, entre 26 km/h e 50 km/h, haverá operação comboio ou redução de velocidade de trânsito. A decisão é do Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), empresa ligada ao governo do Estado, que administra a estrada."

COMENTÁRIO - Pode-se dizer algo além da exploração eleitoreira que Serra fez e fará da obra?

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Facilitar o acesso dos consumidores ao Código

Protocolei recentemente o projeto de lei 128/2010 na Câmara Municipal de São Paulo para ampliar o acesso dos consumidores aos seus direitos. Pela proposta, os estabelecimentos comerciais serão obrigados a manter em local visível pelo menos um exemplar do Código de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor disponível para consulta pelos consumidores.

A idéia é fazer com que os consumidores possam consultar a lei que os protege no próprio local onde fazem compras ou utilizam serviços. Com a facilidade de consulta na hora, os consumidores poderão argumentar sobre dúvidas acerca de seus direitos ao fazerem transações comerciais.

O texto do projeto prevê multa em caso de estabelecimento que não disponibilizar o exemplar do Código, e também obriga a afixação de cartaz em local visível ao público informando da existência deste.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Previsão do mínimo em 2011


Da Folha Online, Dinheiro:

Projeto do governo prevê mínimo de R$ 535 a partir de janeiro

"O projeto da LDO (Lei Diretrizes Orçamentárias) de 2011 enviado hoje ao Congresso prevê um salário mínimo de R$ 535,91 a partir de janeiro. Esse novo valor traz um aumento de 5,08% em relação ao atual piso salarial, que é de R$ 510". Leia mais.

Ainda sobre a passarela da CPTM

Ontem publiquei aqui nota e foto mostrando uma passarela de pedestres na Estação de Trens da CPTM no Itaim Paulista, na Zona Leste da Capital, que corre o risco de desabar. Isso ocorre menos de um ano depois do ex-governador José Serra entregar a obra à população daquele bairro. A estrutura está comprometida e foi escorada por vigas para evitar o desabamento.

Hoje pela manhã uma empreiteira a serviço do governo do Estado estava no local com operários, apenas prosseguindo com o trabalho de escoramento da estrutura. Usuários de trens ficam temerosos de passar pelo trecho de maior risco, visto que pilares e o vão da passarela estão cedendo e com rachaduras aparentes.

O 'manual eleitoreiro' do Serra

Frase minha publicada hoje (15) na seção Tiroteio do Painel da Folha de S. Paulo:

TIROTEIO

"No manual de inaugurações eleitoreiras de Serra, riscaram a palavra fiscalização."

Do vereador paulistano JOÃO ANTONIO (PT-SP), sobre a necessidade de reparos no trecho Sul do Rodoanel duas semanas depois da inauguração, a última promovida pelo tucano antes de deixar o governo para se lançar candidato à Presidência.

Previsão é de PIB recorde em 2010

ECONOMIA CRESCE E JÁ APONTA PARA PIB RECORDE

PIB PODE CRESCER MAIS DE 7% EM 2010

Do jornal Valor Econômico:

"A economia brasileira manteve no primeiro trimestre do ano o ritmo acelerado com que encerrou 2009. O crescimento expressivo da produção industrial e do varejo em fevereiro, segundo analistas, indica que o Produto Interno Bruto (PIB) no período avançou 2%, equivalente a uma taxa anualizada de 8,4%. Dessa forma, as previsões sobre o comportamento do PIB no ano estão sendo constantemente elevadas e agora já chegam a ultrapassar os 7%. Se a previsão se confirmar, será o maior crescimento desde os 7,49% de 1986, na vigência do Plano Cruzado". Leia mais.

Congresso de Diretórios Zonais do PT da Capital


Do Boletim PT Câmara SP, da Liderança do PT:

PT de São Paulo promove o 1º Congresso de Diretórios Zonais da cidade

O Diretório Municipal do PT de São Paulo vai realizar o 1º Congresso das Direções Zonais do PT. Na capital paulista o partido está organizado em 36 Diretórios Zonais espalhados por toda a cidade. O congresso começa amanhã (16) e termina no domingo (18).

O presidente do PT/SP, vereador Antônio Donato, explica que um dos objetivos do congresso é discutir a organização do partido e elaborar as prioridades de atuação da oposição às gestões do DEM e do PSDB na Prefeitura de São Paulo e no governo estadual.

A eleição presidencial e estadual de outubro próximo também faz parte da pauta do evento. Na abertura do congresso amanhã à noite haverá um ato político que contará com as participações do senador Aloízio Mercadante e da ex-prefeita Marta Suplicy, pré-candidatos do PT ao governo do Estado e ao Senado.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

CPTM: passarela construída por Serra está caindo


A reforma da estação de trens da CPTM do Itaim Paulista, na Zona Leste da Capital, foi entregue pelo ex-governador tucano José Serra em maio de 2009 e já apresenta problemas em uma passarela de pedestres. O local foi 'escorado' por risco de desabamento (foto).

Toda a estrutura da passarela pode estar comprometida, uma vez que as rachaduras existem até mesmo nos pilares de sustentação em vários locais da estrutura. Milhares de pessoas que desembarcam nos trens da CPTM diariamente usam a passarela.

ACIDENTES - Este é o resultado de uma política de construção de obras com fins eleitoreiros. A pressa e a falta de fiscalização das obras pelo governo do Estado já provocou acidentes graves como a cratera do Metrô, em 2007, o desabamento do viaduto do trecho sul do Rodoanel (2009), que já apresenta problemas no mesmo trecho recém-inaugurado, além daqueles já mostrados pela imprensa na Marginal do Tietê.

Prefeitura abandona política de assistência social


Do Jornal da Tarde, hoje (14):

Em São Paulo, morador de rua vira assunto de polícia

Portaria do prefeito Gilberto Kassab (DEM) regulamenta atuação de guardas-civis metropolitanos, que passam a ser responsáveis pela abordagem e encaminhamento da população de rua aos serviços sociais; sem-teto reclamam da truculência

Bruno Paes Manso

"Os moradores de rua de São Paulo viraram assunto de polícia. Perderam espaço agentes de proteção social, funcionários municipais que eram responsáveis pela abordagem e encaminhamento da população de rua aos serviços sociais da cidade, e ganharam lugar os guardas civis metropolitanos de São Paulo.

No dia 1º de abril, foi publicada portaria no Diário Oficial da Cidade regulamentando os procedimentos a serem seguidos pela Guarda Civil Metropolitana para lidar com o tema. Pelo texto, cabe à GCM “contribuir para evitar a presença de pessoas em situação de risco nas vias e áreas públicas da cidade e locais impróprios para a permanência saudável das pessoas”. Ainda de acordo com a portaria, isso deve ser feito por meio da “abordagem e encaminhamento das pessoas, observando orientações da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads)”. Leia mais.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Sobre a "Taxa da Fumaça" em SP


Falei hoje em plenário sobre um e-mail que recebi de um cidadão paulistano indignado com os custos e o modo como é feita a inspeção veicular obrigatória na Capital. Ele questionou a qualidade dos serviços prestados pela empresa Controlar e o fato dos cidadãos pagarem "mais uma taxa" - a Taxa da Fumaça.

Veja abaixo o meu pronunciamento sobre o tema:

O SR. JOÃO ANTÔNIO (PT) – Sr. Presidente, Srs. Vereadores, recebi hoje um e-mail de um cidadão paulistano, não vou falar o nome, falando sobre sua indignação com a taxa da fumaça na Cidade de São Paulo. O e-mail diz o seguinte: "Tenho 43 anos, casado e eleitor. Ao entrar no site da empresa Controlar para ver a data da minha inspeção fui navegando entre links e descobri um que dizia: fale com o presidente. Então fiz algumas observações, como por exemplo, a falta de educação dos seus funcionários e o método utilizado em alguns casos, como acelerar carros a 5.000 giros e depois dizer que o carro está irregular, obrigando o proprietário a pagar novamente por outra vistoria, o que demonstra o interesse financeiro."

Esse cidadão diz ainda: "Fui informado pelo Sr. Presidente, Sr. Harald, que a Controlar é uma empresa privada e que o dinheiro arrecadado vai para os custos do processo de vistoria e que eles tinham ganhado a licitação. Licitação? Isso para mim é um bilhete premiado, fazer vistoria todo ano, em cinco milhões de carros, a mais de cinquenta reais cada. Eu, alguns amigos e clientes estávamos crentes que isso seria mais um imposto e ao ser informado que essa fortuna vai para o bolso de um particular fiquei revoltado."

Diz mais a pessoa que mandou o e-mail: "Esta parceria da Controlar não vai investir nem na paróquia que tem a seu lado - ou seja, não há contrapartida – quanto mais em Saúde, Segurança, Educação, etc. Simplesmente, vai ficar com todo esse dinheiro arrecadado, com a cobrança da taxa de inspeção veicular. Ele diz o seguinte: “No fundo, trata-se de uma taxa, a taxa da fumaça”.

Achei interessante o e-mail enviado por esse cidadão, que ficou indignado com a taxa da fumaça. Temos clareza de que é preciso fazer a inspeção veicular em São Paulo, não há dúvida. Mas, por que somente uma empresa para fazê-la? Por que o cidadão não pode de livre e espontânea vontade escolher outra empresa e fazer a sua inspeção veicular? Por que a Prefeitura de São Paulo não pode credenciar outras empresas para fazer as inspeções, com a mesma eficiência?

Não há retorno, é uma taxa que antes o Prefeito dizia que a Prefeitura iria reembolsar, e, agora, não há mais o reembolso. O cidadão é obrigado a pagar a taxa em uma empresa pré-determinada, sendo que centenas delas poderiam fazer a inspeção veicular. É um absurdo!

Já tivemos o IPTU aumentado na Cidade e, agora, temos a taxa da fumaça que obriga o cidadão paulistano a ir apenas a uma empresa, sendo que há centenas delas que poderiam fazer essa inspeção veicular. É um absurdo, e os Vereadores desta Casa não podem admitir. Isso significa, conforme o leitor relatou e eu concordo com ele, um bilhete premiado na mão de um único particular, de uma única empresa, na Cidade.

Muito obrigado!

Dilma e Serra empatados em pesquisa Sensus


Da Folha Online:

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

"Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada de São Paulo) a ser divulgada hoje aponta empate técnico na corrida presidencial entre o tucano José Serra (32,7%) e a petista Dilma Rousseff (32,4%). É o resultado mais apertado já obtido. De acordo com a sondagem, Ciro Gomes (PSB) teria 10,1%, e Marina Silva (PV), 8,1%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais". Leia mais.

Negócio "seguro"


Guilherme Afif Domingos (DEM), ex-secretário de José Serra que ficou conhecido pelo slogan "juntos chegaremos lá" (quando disputou pleito presidencial de 1989), aparece em matéria do Jornal da Tarde de hoje como suposto beneficiário de um esquema para empresa da qual é sócio. Afif é o provável candidato a vice na chapa do tucano Geraldo Alckmin em 2010.

Veja um trecho da reportagem:

Firma ligada a Afif ganha R$ 10 milhões

Indiana, da qual são sócios ex-secretário e irmão, tem contrato de seguros com a Cohab desde 2007

FABIO LEITE

"Empresa que tem como sócio-diretor o ex-secretário estadual do Emprego e das Relações de Trabalho, Guilherme Afif Domingos (DEM), a Indiana Seguros S/A já recebeu mais de R$ 10 milhões da gestão do prefeito Gilberto Kassab, seu colega de partido. O valor equivale a dois anos e meio de contrato da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab) para cobertura dos riscos de morte e invalidez de mutuários e de danos físicos das unidades habitacionais". Leia mais.

PS - PUBLICAMOS COMENTÁRIO DE LEITOR DO BLOG SOBRE A MATÉRIA.

Foi mesmo 1º de abril?


No último 1º de abril, operários ainda trabalhando em ritmo acelerado, o governador José Serra e sua comitiva chegaram ao trecho sul do Rodoanel da capital de São Paulo para inaugurá-lo. Não se tratava de uma mentira, de fato a obra construída pelo governador com dinheiro do Estado de São Paulo e da União, inacabada, estava sendo entregue ao público. O governador Serra não poderia esperar sequer um dia, afinal no dia 2 de abril teria de se desincompatibilizar para candidatar-se à Presidência da República no pleito de outubro próximo.

O fato de entregar às pressas uma obra inacabada com propósito meramente eleitoral seria fator de reprovação suficiente para os que defendem uma maior decência na conduta dos políticos. Não bastasse este fato, o jornal Folha de S. Paulo traz hoje a seguinte denúncia:

"Inaugurado há menos de duas semanas, o trecho sul do Rodoanel já apresenta problemas em parte dos seus 61,4 quilômetros e deve passar pelas primeiras reformas nos próximos dias. A Folha apurou que essa reforma deve atingir até dois quilômetros de extensão.

O trecho sul do Rodoanel é umas das principais obras viárias do país e foi inaugurado pelo Estado no dia 1º de abril, com custo aproximado de R$ 5 bilhões aos cofres públicos.
O pedaço mais problemático da via recém-entregue -e que deve passar por reformas- fica entre a rodovia Anchieta e a cidade de Mauá, na Grande São Paulo -chamado "lote 1". Desde o dia da abertura do trecho para o tráfego, o local já registrou pelo menos dois acidentes devido a aquaplanagem dos veículos. Para a Polícia Rodoviária Estadual, isso pode estar ligado a possíveis problemas de engenharia.

Segundo um engenheiro que atuou na obra, porém, o pavimento do ponto em questão não passou nos testes de resistência e rugorosidade -o profissional pediu para não ter o nome revelado. A falta de qualidade já era conhecida antes mesmo da inauguração do trecho sul, segundo esse engenheiro, mas a reforma foi adiada para momento mais oportuno.
Leia mais (disponível para assinantes do jornal ou do UOL).

COMENTANDO - Estamos diante de um caso típico de imoralidade administrativa. É inaceitável que um administrador público, seja de qualquer agremiação partidária, coloque os seus interesses pessoais acima dos interesses da coletividade. Fazer uma obra às pressas já seria temerário e não recomendável para qualquer administrador sério. Permitir a utilização de material sem qualidade, não fazer os testes de rigorosidade, ou seja, não fiscalizar a execução da obra tem nome: irresponsabilidade com a coisa pública!

Marta em excelente entrevista à Folha


A Folha de S. Paulo e a Folha Online publicam hoje (13) entrevista com Marta Suplicy, de quem fui líder de governo na Câmara Municipal nos dois últimos anos de seu mandato à frente da Prefeitura de São Paulo.

Na entrevista, Marta demonstra satisfação com a tarefa da disputa ao Senado, fala da chapa forte com Aloízio Mercadante para enfrentar o desejo continuísta dos tucanos e reforça o papel da militância na conquista do governo estadual. Ela também fala sobre a eleição nacional, o momento que o país atravessa e a importância da eleição de Dilma Rousseff para a Presidência da República.

Veja um trecho da entrevista:

"Se você for ser docinha, fazem picadinho de você", diz Marta Suplicy

FOLHA - Você gostou da definição de Aloizio Mercadante ao governo de São Paulo e você ao Senado?
MARTA - Acho excelente. Mercadante teve uma votação muito expressiva quando foi candidato ao governo. Ele tem uma disposição enorme para essa candidatura e um conhecimento do Estado bastante profundo, inclusive da relação do Estado com o governo federal.

FOLHA - Há quem diga, até dentro do PT, que ele está indo para perder.
MARTA - Pode-se pensar isso quando o outro [Geraldo Alckmin] tem uma condição de votação tão grande. Mas eu mesma ganhei do Alckmin já duas vezes. Acho que tem um cansaço de tucanato e vai ser difícil para os tucanos e para Alckmin, que já foi governador seis anos, fazer promessas. As promessas serão exatamente as mesmas que foram feitas nas eleições passadas e não cumpridas. O Aloizio é uma pessoa muito determinada, com grande competência e um discurso que pode ser avassalador de desconstrução da tal da boa gerência tucana que na verdade não existe. Hoje a violência nunca foi tão alta, os problemas de perda de empregos no Estado de São Paulo são acentuados e na educação, nós paulistas vemos que estamos sempre na rabeira dos testes entre todos os Estados, sendo que somos o Estado mais rico. Na saúde também não estamos tão bem. Isso o tucanato tem a responder, porque estão há 16 anos lá.

Leia aqui a entrevista completa.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

O fator "majoritário"


Da coluna Diário Paulista, do jornal Diário de S. Paulo desta segunda-feira (12):

DOBRADINHA PETISTA

"A candidatura de Marta Suplicy ao Senado vai servir como puxadora de votos para petistas que a acompanham desde os tempos da Prefeitura. Dois deles - vereadores João Antonio e Chico Macena - saem para deputado estadual."

domingo, 11 de abril de 2010

Publicidade, a 'grande obra' de Serra em SP

Levantamento publicado pela Folha de S. Paulo neste domingo (11) mostra a evolução dos gastos do governo do Estado com publicidade e propaganda nos governos de Geraldo Alckmin e José Serra. O tucano que ontem em Brasília falou em "poder mais", quando pode apenas multiplicou os gastos publicitários da administração dele por seis em relação ao antecessor.

Veja abaixo um trecho da matéria da Folha (conteúdo completo para assinantes do jornal ou do UOL):

"Nenhuma das grandes despesas do Orçamento paulista teve expansão comparável. Entre as pequenas e médias, uma, ao menos, teve impulso maior: gastos com publicidade e propaganda foram multiplicados por quase seis, dos R$ 55 milhões de 2005, recorde do antecessor, para R$ 311 milhões". Leia mais.

Uma análise do governo Lula em vídeo

Ampliando o projeto da TV Mandato, vai ao ar mais uma produção em vídeo feita pela minha assessoria de comunicação. Esta é a primeira de uma série de reflexões sobre temas importantes como economia, transportes, segurança pública, saúde, educação, desenvolvimento e o papel do poder legislativo para transformar a vida das pessoas para melhor.

Neste vídeo, falo sobre os avanços e realizações do governo do presidente Lula, que colocaram o Brasil no caminho do desenvolvimento com justiça social. Além de mostrar números e dados oficiais, comento acerca da mudança do perfil do nosso país, da elevação da autoestima dos brasileiros e do reconhecimento interno e externo de um novo modo de fazer política inaugurado com Lula e o PT no governo.

Clique abaixo para assistir ao vídeo sobre o governo Lula.

sábado, 10 de abril de 2010

O "planejamento" nas obras de Serra

Você já viu os tucanos repetindo milhares de vezes que são "planejadores". Esta é uma lenda que sobrevive apenas pela repetição, pois os fatos mostram exatamente o contrário. Basta lembrar os desastres sucessivos em obras, atraso na entrega destas e, por outro lado, uma pressa em inaugurar as que sequer terminaram.

Veja abaixo um trecho de matéria do Jornal da Tarde de hoje (10) e tire sua conclusão:

Só o seu farol ilumina as novas faixas da marginal

Escura e com pouca sinalização, Marginal do Tietê só terá a iluminação refeita no mês de outubro. Secretaria de Transportes afirma que embargos atrasaram processo de licitação para a colocação de novos pontos de luz na via

Elvis Pereira

"Toda noite a Marginal do Tietê depende dos faróis dos veículos para ser iluminada. E a escuridão, aliada à sinalização incompleta, prejudica a circulação na via, que permanece em obras. O secretário de Estado dos Transportes, Mauro Arce, afirmou ao Jornal da Tarde que embargos atrasaram o processo de licitação para instalar os 1,8 mil novos postes com luminárias. Assim, o que antes fora prometido para março e depois para maio, agora ficou somente para outubro.

Até a última quinta-feira, o projeto ainda nem havia sido entregue ao Departamento de Iluminação Pública (Ilume) da Prefeitura de São Paulo, responsável por dar o aval para o começo da obra". Leia mais.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Linha Direta aborda eleições 2010 em SP


A edição de abril da revista Linha Direta, do Diretório Estadual do PT de São Paulo, já pode ser lida na internet. A publicação traz assuntos como a união do PT em torno dos nomes de Aloízio Mercadante e Marta Suplicy para a disputa estadual e ao Senado, um estudo sobre os custos dos pedágios do governo Serra e uma entrevista com o presidente do Corinthians e também petista Andrés Sanchez, além de outros temas.

CLIQUE AQUI PARA LER A REVISTA.

PT realiza Encontro Estadual de Negros e Negras

Do Boletim PT Câmara SP, da Liderança do PT:

Encontro Estadual dos Negros e Negras do PT-SP neste final de semana

"Neste sábado (10) acontece em São Paulo, no Linson Suíte Hotel (Rua Augusta, 44), o Encontro Estadual de Negros e Negras do PT-SP.

A abertura está prevista para as 18h30 e contará com a participação do presidente do PT-SP, Edinho Silva, da secretária Nacional de Combate ao Racismo do PT, Cida Abreu, do secretário Estadual de Combate ao Racismo do PT-SP, Claudinho Aparecido da Silva, e da Secretaria Municipal de Combate ao Racismo do PT/SP.

A atividade continua no domingo com uma série de debates sobre o tema, entre eles a importância das macros na construção do programa de governo para as eleições 2010 e para o voto racial."

PROGRAMAÇÃO DO ENCONTRO.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Ato de apoio do PC do B a Dilma


Veja matéria abaixo do portal UOL sobre a solenidade realizada hoje à noite pelo PC do B em Brasília para anunciar o apoio do partido à pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.

PC DO B COM DILMA.

Programa do governo Serra 'some'


Do Jornal da Tarde:

Bolsa integral 'some' e alunas recebem boleto

"Elas entraram no curso de Pedagogia com bolsa integral garantida pelo programa Bolsa Alfabetização, da Secretaria de Estado da Educação. Mas, no dia 5, as alunas que cursam hoje o terceiro ano na Faculdade Sumaré receberam da instituição um boleto no valor de R$ 293 que deve ser pago até segunda-feira, dia 12. A faculdade alegou que o governo deixou de repassar o valor da bolsa em março. “Eu faço faculdade porque tenho bolsa, caso contrário, não teria como pagar”, diz a estudante Maria Aparecida da Silva Cruz, que teme o fim do benefício". Leia mais.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Amigos e personalidades no meu aniversário

Durante a gravação da festa do meu aniversário, em março passado, captamos mais imagens de amigos e personalidades falando sobre minha atuação política. Também são mostradas outras passagens da festa, realizada no Clube Transmontano, em São Paulo.

Clique abaixo e veja o vídeo.

PT de SP lançará majoritários dias 23 e 24

O PT de São Paulo marcou para os dias 23 e 24 de abril o lançamento das pré-candidaturas do senador Aloízio Mercadante ao governo do Estado e de Marta Suplicy ao Senado em grande evento no Centro da Capital. A forte chapa petista aos cargos majoritários faz parte do projeto de conquista do governo paulista para encerrar as quase duas décadas de domínio tucano.

Será durante o 17º Encontro Estadual do partido, na Quadra do Sindicato dos Bancários. A abertura do evento acontece na sexta-feira (23), às 19h. No sábado (24), a parte da manhã será dedicada ao debate de programa de governo e diretrizes, e à tarde ocorre o lançamento dos pré-candidatos ao governo estadual e ao Senado.

O ato contará com a presença da pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, de parlamentares, lideranças e militantes petistas de todo o Estado.

A Quadra dos Bancários fica na rua Tabatinguera, 192, perto do Metrô Sé, região central de São Paulo.

FHC tanto insistiu que...


O PSDB cedeu aos apelos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que há tempos insiste em aparecer ao lado do seu ex-ministro José Serra na campanha deste ano - contrariando pesquisas que afirmam aumentar a rejeição popular a Serra toda vez que sua imagem é associada a de FHC por conta da "herança maldita" do ex-presidente.

O trecho abaixo é de reportagem da Folha de S. Paulo desta quarta-feira:

Lançamento de candidatura de Serra agora terá discurso de FHC

"Depois de muita controvérsia, o PSDB decidiu escalar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como um dos oradores da cerimônia de lançamento da candidatura Serra, no próximo sábado, em Brasília. Convidado em nome do PPS, o ex-presidente Itamar Franco também terá vez, caso confirme que estará presente". Leia mais (conteúdo integral do texto disponível para assinantes do jornal ou do UOL).

Governo propõe marco regulatório da internet

Do jornal Valor Econômico:

PROJETO DEFINE DIREITOS E RESPONSABILIDADE NA WEB

"O código regulatório da internet será colocado em consulta pública ainda nesta semana com um modelo inédito no mundo, que define as responsabilidades e os direitos de cada agente em divulgação de conteúdo na rede, principalmente quando houver dúvida quanto a autoria.

Conforme o texto que será divulgado pelo Ministério da Justiça, as empresas que hospedam conteúdo de terceiros terão de notificar - mesmo que por e-mail - quem colocou determinada informação no ar, se houver reclamação fundamentada de pessoa física ou jurídica que se sinta prejudicada. Imediatamente ao receber a denúncia, esse provedor de serviços deve tirar a informação do ar. Ela voltará a ser publicada se, depois de notificado, o autor se manifestar e assumir integralmente os riscos jurídicos daquilo que publicou na rede. Nesses casos, se houver discussão judicial futura, ela não citará o provedor, explica Guilherme Almeida, chefe de gabinete da Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça."

O Brasil no rumo certo


"O Brasil deixou de ser o eterno país do futuro, acho que o futuro chegou, um pouco. Por que nós éramos o eterno país do futuro? Porque éramos um país rico e profundamente desigual. E essa desigualdade não era simplesmente de renda. Era uma desigualdade de gênero, étnica, que se dava em termos regionais, em termos educacionais, assimetrias culturais etc. Nós começamos a resolver a desigualdade social em termos de renda. E demos alguns passos importantes para resolver os temas das desigualdades regionais". A avaliação é de Marco Aurélio Garcia, Assessor da Presidência República para Assuntos Internacionais, em entrevista para a revista Desafios do Desenvolvimento, do IPEA". Laia mais.

terça-feira, 6 de abril de 2010

A Serra o que é de Cesar


Trecho de matéria do jornal O GLOBO de hoje (6) mostra como e com quem o tucano José Serra está montando seu palanque no Rio de Janeiro para a disputa de outubro:

Gabeira ainda pode negar Cesar?

"O deputado Fernando Gabeira (PV) acha que o ex-prefeito Cesar Maia (DEM) “é o melhor candidato para o Senado”, como ele afirmou mês passado num evento do DEM, ou não quer saber do ex-prefeito em seu palanque na campanha a governador do Rio, como disse o PV em seguida? Para cientistas políticos, o vaivém da relação do pré-candidato verde com Cesar Maia já teria feito com que as imagens dos dois comecem a ser associadas. Os analistas também acreditam que a necessidade de um palanque forte para o tucano José Serra no Rio vai pressionar Gabeira a aceitar o DEM de Cesar, aliado do PSDB. Ontem, na Câmara de Vereadores do Rio, nenhum vereador do DEM compareceu a um evento organizado por Gabeira para falar das eleições deste ano". Leia mais.

Mercadante e Marta

PT lança Mercadante e Marta nos dias 22 e 23

do jornal O Estado de S. Paulo:

"O PT marcou para os dias 22 e 23 deste mês a data de seu encontro estadual, que servirá de palco para o lançamento das pré-candidaturas do senador Aloizio Mercadante ao governo de São Paulo e da ex-ministra Marta Suplicy ao Senado. O ato, cujos detalhes ainda estão em discussão, será montado com base na mesma receita do Congresso Nacional do PT, que em fevereiro aclamou a ex-ministra Dilma Rousseff como pré-candidata à Presidência."

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Um bom artigo


"Finalmente a antiga imprensa brasileira assumiu que virou um partido político. O anúncio foi feito pela presidente da Associação Nacional dos Jornais e executiva da Folha de S. Paulo, Maria Judith Brito: "Obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada". A presidente da associação/partido não questiona a moralidade de seus filiados assumirem a “posição oposicionista deste país” enquanto, aos seus leitores, alegam praticar jornalismo”.

O texto acima é um resumo do artigo de Jorge Furtado publicado no portal Carta Maior. Uma boa reflexão. Clique aqui para acessá-lo.

Serviços de manutenção pioram ainda mais


Trecho de matéria do Jornal da Tarde de hoje (5) denuncia um problema que se agrava ao longo do tempo: a baixa qualidade dos serviços de manutenção do Ilume, da Prefeitura de São Paulo. Na cidade, ruas de diversos bairros enfrentam o caos com a escuridão, como ocorre em Santana.

Veja abaixo:

Há 5 dias, ruas de Santana estão escuras

"Pelo menos quatro ruas de Santana, na zona norte, estão com a iluminação pública apagada desde quarta-feira. Com medo de sair ou chegar em casa por causa das vias escuras, moradores contam que evitam ir para a rua por receio de serem assaltados. Outros já quase viraram vítimas dos bandidos. O problema com a falta de energia elétrica nos postes é recorrente, segundo moradores". Leia mais.

COMENTÁRIO - Já em alguns bairros, além da falta de iluminação nas ruas durante dias, quando é feito o conserto pelo Ilume, ocorre outro problema: os postes de várias ruas ficam com as luzes acesas o dia inteiro, desperdiçando energia e recursos públicos. Manutenção abandonada e falta de fiscalização!

Na reunião da Executiva do PT Estadual

Participo neste momento da reunião da Executiva do PT Estadual de São Paulo. Em pauta, o processo eleitoral de 2010 e as ações estratégicas do partido para este ano.

Terça é dia de debate sobre revisão do PDE

Do Boletim PT Câmara SP, da Liderança do PT na Câmara Municipal:

Vereadores se reúnem amanhã para debater revisão do Plano Diretor

"Não haverá sessão ordinária amanhã (6) na Câmara Municipal. Os 55 vereadores foram convidados pelo presidente Antônio Carlos Rodrigues (PR) para participarem de uma reunião onde será debatida a revisão do Plano Diretor Estratégico.

O relator do projeto na Comissão de Política Urbana, vereador José Police Neto (PSDB), que também é líder do Governo, vai explicar o conteúdo do seu relatório.

A base aliada do prefeito Kassab no Legislativo tenta aprovar projeto (PL 671/07), do Executivo, que com a justificativa de revisar o PDE, conforme previsto em lei, altera profundamente a característica do plano. Na prática, a gestão DEM/PSDB quer impor à cidade um novo Plano Diretor, indo além de uma simples revisão.
A Bancada do PT é contrária ao conteúdo do PL 671/07 porque na prática o projeto beneficia apenas o mercado imobiliário. Os 11 vereadores do partido irão participar da reunião, que começa às 15 horas, no Salão Nobre."

domingo, 4 de abril de 2010

Cresce a ocupação ilegal na Billings



Do Jornal da Tarde hoje (4)

"Dados preliminares do Relatório Billings 2010, produzido pelo Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam), indicam que existem cerca de 20 mil moradias em construção, sendo ampliadas ou verticalizadas nas margens da Represa Billings, que está prestes a completar 85 anos. O aumento populacional é estimado em 100 mil pessoas, ou 10% da atual ocupação da bacia do reservatório. A Billings abastece 1,8 milhão de pessoas na Região Metropolitana.

No dia 13 de janeiro, o ex-governador José Serra regulamentou a lei de preservação da Billings. Na ocasião, ele anunciou a meta de legalizar cerca de 100 mil imóveis no entorno do reservatório, menos da metade do total de construções irregulares na região - cerca de 250 mil, segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Esses imóveis devem ganhar rede de saneamento básico, em prazo ainda indefinido, para reduzir a poluição nas águas. Também foi prometido um plano de proteção ambiental, prevendo a remoção de 3 mil famílias". Leia mais.

Comentário: Infelizmente, a ocupação de áreas de preservação ambiental é uma realidade crescente no Estado de São Paulo, em especial na região metropolitana. Dentre os diversos fatores que contribuíram e contribuem para tamanha desordem, destacam-se: falta de uma política ousada de moradia por parte do governo de Estado e prefeituras; fiscalização inadequada e um profundo descaso de autoridades do estado para com a preservação do meio ambiente.

Esta é uma situação que se arrasta há décadas, coincide com os quase 20 anos de governos tucanos em São Paulo, e a situação só tem piorado. As medidas adotadas recentemente são positivas, mas paliativas e não resolvem em definitivo o problema. Espero, sinceramente, que as próximas eleições sirvam para os paulistas debaterem e encontrarem o melhor caminho para construir alternativas que assegurem a todos um meio ambiente saudável.

sábado, 3 de abril de 2010

Nova pesquisa eleitoral

Do blog do jornalista Josias de Souza, da Folha de S. Paulo:

Vox Populi: Dilma ‘sobe’ e fica a três pontos de Serra

"Veio à luz neste sábado (3) uma nova pesquisa eleitoral. Foi feita pelo Vox Populi. Traz dados diferentes da sondagem do Datafolha, divulgada há seis dias.

Tomado pelo Vox Populi, José Serra dispõe de 34% das intenções de voto. Lidera, mas Dilma Rousseff, com 31%, vem na sua cola". Leia mais.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Boa análise sobre a greve dos professores

A quem ainda não leu, recomendo um artigo publicado na Folha de S. Paulo de ontem (1º) assinado pelo jornalista Jânio de Freitas.

Para ele, "é legítimo, e da definição de sindicato, que participe da vida política com a posição mais conveniente à classe", acerca da acusação vaga do PSDB de que "a greve é política". O articulista também lembrou que os professores do Estado só receberam "5% de reajuste desde 2005, contra uma inflação de 22% no período".

Leia o artigo aqui.

Infiltração e repressão: Serra se assemelha a ditadura

Do portal Carta Maior

O governo José Serra (PSDB) adotou as mesmas táticas policiais utilizadas pela também tucana Yeda Crusius no Rio Grande do Sul. Integram essas táticas, entre outras, duas medidas básicas: reprimir violentamente protestos e manifestações de ruas e infiltrar policiais a paisana nestes protestos e manifestações. O episódio da foto onde um homem carrega uma PM ferida nos protestos de 26 de março expôs, involuntariamente, esse tipo de prática.

O fato é que os governos tucanos apresentam uma uniformidade no trato com manifestações sociais: o que domina é a lógica da repressão, a ausência do diálogo e a aversão ao contraditório. O uso de policiais infiltrados nas manifestações é típico de tempos autoritários, onde a “interlocução” de governos com a oposição é feita nos subterrâneos, com práticas nada transparentes. Não é por acaso, portanto, que cenas e práticas similares vêm sendo vistas nas ruas de São Paulo e do Rio Grande do Sul. Leia mais.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Senado: Marta na liderança em SP

Do jornal Folha de São Paulo:

Marta lidera corrida pelo Senado em São Paulo

"A primeira pesquisa de intenção de voto para senador em São Paulo realizada pelo Datafolha mostra a ex-prefeita Marta Suplicy (PT) na liderança, com grande vantagem em relação aos principais adversários apresentados.

No levantamento, Marta aparece com 43% das intenções de voto. A seguir, com 25%, vem o senador Romeu Tuma (PTB), que concorre à reeleição.

Logo após estão o ex-governador Orestes Quércia (PMDB), com 22%, e o vereador e cantor Netinho de Paula (PC do B), com 19%. A ex-vereadora Soninha (PPS) se destaca em quinto lugar, com 18%.

Foram pesquisados também os nomes do vereador Gabriel Chalita (PSB), que tem 8% das intenções de voto, do chefe da Casa Civil do governo José Serra, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), com 6%, e de Ricardo Young (PV), presidente do Instituto Ethos, com 3%.

A eleição de outubro renovará duas das três vagas ao Senado. Hoje, além de Tuma, São Paulo é representado pelos petistas Aloizio Mercadante, que será candidato ao governo de São Paulo, e por Eduardo Suplicy, reeleito em 2006. O mandato é de oito anos.

O Datafolha ouviu 2.001 eleitores no Estado em 25 e 26 de março. Cada pessoa indicou dois nomes, já que o eleitor terá, em 3 de outubro, de votar em dois candidatos a senador. Por essa razão, a soma total dos percentuais ultrapassa 100%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O levantamento mostrou ainda que 33% dos pesquisados pretendem votar em branco ou nulo, enquanto 24% afirmaram não saber em quem votar. Este percentual, se as eleições fossem hoje, seria especialmente decisivo para a acirrada disputa pela segunda vaga".